publicidade

Resenha por Miguel Barbieri Jr.

A beleza da aventura dramática não está só no enredo envolvendo a fé e o poder divino. Concentra-se, sobretudo, em imagens deslumbrantes — o filme ainda levou os troféus de melhor fotografia, efeitos visuais e trilha sonora. Nos dias de hoje, Pi, já na meia-idade (Irrfan Khan), relembra sua infância e adolescência para um escritor. Ele vivia na cidade de Pondicherry, no sudeste da Índia, com os pais e o irmão mais velho. Dona de um zoológico, a família decidiu se mudar para o Canadá. Pi (agora na pele do irregular Suraj Sharma), porém, será colocado numa situação limite. Sem ir muito adiante na história, seu objetivo consistia em sobreviver num bote na companhia de um tigre-de-bengala.  Estreou em 21/12/2012.

publicidade