Cidade

Museu do Ipiranga é fechado para reforma sem aviso prévio

De acordo com a diretoria do museu, vistorias indicaram "aceleração no calendário" para obras de restauração

Por: Redação VEJINHA.COM - Atualizado em

Museu do Ipiranga
Museu Paulista da USP, no bairro do Ipiranga (Foto: Divulgação)

Quem programou um passeio ao Museu do Ipiranga (o Museu Paulista da USP) frustrou-se ao encontrar o prédio com suas portas fechadas. As atividades no edifício foram interrompidas para o início de obras de restauração.

Segundo comunicado da diretoria do museu, escrito no sábado (3) mas divulgado apenas neste domingo (4), o projeto de reforma do prédio, construído em 1893, previa fechamento parcial ou total do museu. Na sexta (2), vistorias técnicas indicaram "aceleração no calendário previsto para fechamento". A diretoria fez o anúncio também via Facebook e no site oficial da instituição.

Em maio deste ano, a USP anunciou investimentos de 21 milhões de reais na restauração. O museu guarda documentos, objetos, mobiliário, obras de arte e outros itens que remontam a participação paulista na história do Brasil. Ao todo, são mais de 125 000 itens, entre eles, o famoso quadro Independência ou Morte, de Pedro Américo. Ainda não há previsão de reabertura.

O recital Quarteto de Flautas, marcado para as 16h de domingo (4), foi cancelado.

Leia a íntegra do comunicado à imprensa:

"A USP vem há tempos fazendo diagnósticos e projetos sobre o restauro e readequação do edifício do Museu Paulista, datado de 1893, parte do complexo histórico do Ipiranga, afeto à Universidade.

Em razão de ter sido edificado no século XIX, com técnicas construtivas pouco conhecidas na atualidade, são demandados diagnósticos e projetos de alta especialização. É necessário e comum que museus instalados em prédios históricos fechem parcial ou totalmente para restauros e modernizações. O Museu Paulista não foge a tal regra e possui previsão de fechamento de salas, de um lado para facilitar diagnósticos, projetos, licitações e intervenções; e, de outro, para garantir a incolumidade dos visitantes e servidores, bem como a proteção física do acervo.

Vistorias técnicas encerradas em 2 de agosto indicaram uma aceleração no calendário previsto para fechamento, que se efetiva no dia de hoje.

A Universidade de São Paulo está tomando todas as providências com relação ao Museu Paulista para sua plena recuperação, restauro e readequação, e emitirá notas sobre o desenvolvimento de tais trabalhos, assim como sua progressiva reabertura.

São Paulo, 3 de agosto de 2013.

Sheila Walbe Ornstein

Diretora do Museu Paulista

Antonio Marcos de Aguirra Massola

Superintendente do Espaço Físico"

Fonte: VEJA SÃO PAULO