Crime

Motoqueiro assaltado registra vídeo com ladrão sendo baleado por PM

Assaltante abordou a vítima com a moto ainda em movimento. Na fuga, recebeu dois tiros de um policial que assistia a tudo de seu carro

Por: Marcus Oliveira - Atualizado em

assaltante baleado
Assaltante aborda motoqueiro com a moto ainda em movimento na Zona Leste (Foto: Reprodução)

Por volta das 15h30 do último sábado (12), o motoqueiro Anderson Magai, de 35 anos, registrou com uma câmera acoplada à seu capacete o momento em que era assaltado por dois jovens, também em uma moto.

A ação foi vista por um policial militar que atirou em um dos assaltantes, após tentativa de fuga, na esquina entre as ruas Doutor Assis Ribeiro e Gabriela Mistral, região da Pena, Zona Leste da cidade. O video está rodando a internet neste domingo (13).

Confira aqui o vídeo do assalto

O vigilante Anderson Magai se dirigia ao Salão Duas Rodas, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, quando foi abordado por dois adolescentes montados em uma moto. Um deles era Leonardo Escarante Santos, de 18 anos. Com as motocicletas ainda em movimento, Leonardo e seu parceiro dão voz de assalto a Anderson, que entrega logo sua moto modelo Honda Hornet.

Enquanto isso, o policial de 45 anos que voltava do trabalho, cujo nome não foi divulgado pela PM, assistia a tudo em um carro preto, bem próximo ao assalto. Pouco depois de Anderson entregar o veículo, o ladrão sobe na moto e é abordado pelo PM que acerta dois tiros no rapaz, um na perna e outro no abdômen, depois que o jovem aponta a arma para ele. Enquanto isso, seu parceiro, ainda não identificado, foge sem levar nada.

assalto2
Leonardo Escarante Santos, de 18 anos, foi baleado quando subia na moto que acava de roubar (Foto: Reprodução)

No vídeo é possível ver o momento em que a vítima do assalto agradece ao policial com o bandido ainda no chão. "Obrigado polícia. Agora vai roubar no inferno. Minha moto você não vai levar não”, diz o cinegrafista.

Enquanto isso, o bandido baleado diz: "vou morrer, vou morrer, está doendo demais". Uma viatura que passava pelo local para e presta atendimento, equanto a vítima diz: "você não pode morrer não, tem que apanhar muito ainda. Sabe quanto eu trabalhei para pagar essa moto?".

Em nota, a Polícia Militar afirma que a "ação do policial militar foi legítima e correta, com a observância das técnicas policiais". A PM diz também que no vídeo é possível ver nitidamente que o assaltante apontou sua arma em direção ao PM. O boletim alega ainda que "o oficial demonstrou preparo e compromisso com a causa pública, defendendo a sociedade de criminosos violentos".

Segundo a Secretaria de Segurança Pública o procedimento da PM é o de atirar ao ser ameaçada. E, nesse caso, os tiros podem ser dados no que chamam de região do "garrafão", que envolve parte do tórax e abaixo da cintura.

Leonardo foi levado ao Hospital público do Tatuapé, onde passou por cirurgia. Seu estado de saúde é estável sem risco de vida. Ele estava com uma arma, um celular e 170,00 reais em dinheiro. A moto roubada foi devolvida ao dono e o boletim de ocorrência foi registrado no 10º DP do Tatuapé.

Fonte: VEJA SÃO PAULO