Arte urbana

Eduardo Kobra faz mural no aeroporto de Congonhas

Obra é uma releitura de cena que acontecia no local nos anos 50

Por: Bruna Ribeiro

Eduardo Kobra - aeroporto de Congonhas
Eduardo Kobra faz obra em parede no Aeroporto de Congonhas (Foto: Divulgação)

Na década de 50, os paulistanos estacionavam seus carros em frente ao Aeroporto de Congonhas e subiam uma escadinha instalada no local, para ver as decolagens dos aviões. Registrada em fotos históricas, a cena inspirou o artista plástico Eduardo Kobra a criar um painel no corredor de desembarque dos passageiros. Intitulada de "Praia dos Paulistanos", a obra será inaugurada na próxima semana.

Segundo Kobra, a pintura tem 17 por 3 metros. "A ideia inicial era fazer algo relacionado a Santos Dumont. Mas comecei a pesquisar imagens no acervo do aeroporto e quando encontrei esta cena, fiquei fascinado", conta. Originalmente em preto e branco, o retrato ganhou uma releitura colorida. "Essa é uma característica do meu trabalho, uma imagem realista, mas com cores e sombras, como a pintura de Oscar Niemeyer, que fiz na Avenida Paulista." 

Eduardo Kobra - aeroporto de Congonhas 2
Eduardo Kobra faz obra em parede no Aeroporto de Congonhas (Foto: Divulgação)

Depois de finalizar o painel, que realiza com recursos próprios, o artista vai grafitar um muro de 600 metros do aeroporto, na Avenida dos Bandeirantes. "A minha proposta é fazer algo sobre a história da aviação no Brasil e também do próprio aeroporto", diz Kobra. Sem previsão para início do trabalho, Kobra conta que esta segunda obra será paga pela instituição. "Como o aeroporto tem a ver com a história de São Paulo, achei a proposta bacana, devido ao meu projeto Muros da Memória, que retrata cenas antigas da cidade."

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO