ROTEIRO

São Paulo celebra os 125 anos do compositor Heitor Villa-Lobos

Nascimento do músico é comemorado com teatro, concertos e uma exposição com direito a trem cenográfico

Por: Camila Taira - Atualizado em

Heitor Villa-Lobos
O maestro Heitor Villa-Lobos: autor de cerca de mil composições conhecidas (Foto: Reprodução)

Em 5 de março de 1887, nascia, no Rio de Janeiro, Heitor Villa-Lobos, considerado um dos grandes compositores eruditos do século XX, com cerca de mil obras. A importância do maestro é tamanha que, em 2009, o ex-presidente Lula decretou 5 de março como Dia Nacional da Música Clássica.

+ Saiba mais sobre os shows que rolam na cidade

+ Conheça seis novas cantoras da cidade

+ Veja quais são as melhores peças em cartaz

+ “Villa-Lobos das Crianças” faz homenagem ao compositor carioca

São Paulo, berço da Semana de Arte Moderna de 1922, serviu de palco para as inovações de Villa-Lobos que, ao lado de artistas como Di Cavalcanti e Oswald de Andrade, participou ativamente das manifestações culturais da época.

Suas composições também figuraram no cinema nacional, como é possível perceber nas trilhas sonoras de "Deus e o Diabo na Terra do Sol" (1964) e "Terra em Transe" (1967), de Glauber Rocha, e "Macunaíma" (1969), de Joaquim Pedro de Andrade.

Para celebrar os 125 anos de nascimento do compositor (que morreu em novembro de 1959), uma série de atrações acontecem na cidade. Saiba o que ver e ouvir sobre um dos maiores músicos do Brasil:

PARA VER

+ Villa Vila! Pelo Brasil

Em cartaz até o dia 15 de abril, no Shopping Villa-Lobos, a mostra “Villa Vila! Pelo Brasil” traz imagens, textos, vídeos, objetos pessoais e até um trem cenográfico para contar a história do maestro. Chamada de Trenzinho Caipira, uma referência à composição integrante da peça Bachianas Brasileiras nº 2, a instalação é composta por quatro vagões: Sertão, Paris, Amazônia/Brasil e América. Lá de dentro, o espectador conhecerá os diversos períodos musicais do compositor. A entrada é gratuita.

A Ciranda do Villa
'A Ciranda do Villa', encenada pela Cia. Lúdicos: espetáculo mostra o interesse do compositor pelas culturas regionais brasileiras (Foto: Manu Costa)

+ A Ciranda do Villa!

A Cia. Lúdicos se inspirou na infância de Villa-Lobos, quando ele era atendido pelo apelido de Tuhu. Após dormir sobre uma viola, dada de presente por sua tia Fifina, o menino sonha com uma viagem pelo vasto território brasileiro. A apresentação acontece dia 11 de março, às 13h, no Sesc Itaquera. Os ingressos custam entre R$ 1,50 e R$ 7,00.

+ Villa-Lobos das Crianças

O espetáculo infantil mistura canções de Villa-Lobos com brincadeiras. O elenco e a banda, formada por piano, clarinete, flauta, violão, fagote e cavaquinho, interpretam cantigas como “Ó Ciranda, Ó Cirandinha”, “Sapo Cururu”, “Terezinha de Jesus” e “O Cravo Brigou com a Rosa”. A peça está em cartaz no Teatro das Artes, que fica dentro do Shopping Eldorado, aos sábados e domingos às 16h. Os ingressos custam R$ 40,00. A temporada encerra em 1º de abril.

PARA OUVIR

+ Revitalização do espaço Ouvillas, no Parque Villa-Lobos

Já imaginou ouvir as obras de Villa-Lobos deitado em uma espreguiçadeira ao ar livre? Isso já era possível desde 2010, no Parque Villa-Lobos. Mas agora o espaço foi revitalizado.

A partir de 5 de março, quem visitar o local verá doze novas espreguiçadeiras e cinco totens que contarão a história do maestro. Além disso, o repertório musical foi totalmente equalizado, assim será possível apreciar cerca de 400 obras sem variações de volume.

+ Concertos na Sala São Paulo

Até julho, seis programas terão composições do maestro. Sob regência de Isaac Karabtchevsky, o coro sinfônico da Osesp entoará a “Sinfonia nº 10 – Ameríndia”, nos dias 15, 16 e 17 de março. Já no dia 1º de abril, o coro da Osesp relembrará Villa-Lobos com “Bendita Sabedoria”, “O Salutaris”, “Ave Maria”, “Padre Nosso”, “Cor Dulce, Cor Amabile” e “Tantum Ergo”.

A canção “Rudepoema”, concluída em 1926 e dedicada a um grande amigo de Villa-Lobos, o pianista polonês Arthur Rubinstein, fará parte do repertório de Marc-André Hamelin no dia 31 de julho. Os ingressos variam entre R$ 26,00 e R$ 149,00, dependendo do evento. Para mais informações sobre a agenda da Sala São Paulo, clique aqui.

Fonte: VEJA SÃO PAULO