Justiça

Após juiz ser flagrado com Porsche de Eike Batista, leilão é suspenso

Dois veículos do empresário apreendidos pela Polícia Federal estavam na garagem do prédio de Flávio Roberto de Souza; magistrado explica que enviou oficio para o Detran

Por: VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

porsche
Foto do Porsche Cayenne de Eike Batista compartilhada nas redes sociais pela mulher do empresário, Flavia Sampaio (Foto: Reprodução)

O leilão de cinco carros do empresário Eike Batista apreendidos pela Polícia Federal programado para acontecer nesta quinta-feira (26) foi suspenso pela Justiça Federal do Rio de Janeiro. Assinada pelo desembargador Massod Azulay, a decisão aconteceu após o juiz que conduz os processos contra o empresário, Flávio Roberto de Souza, ter sido flagrado usando um dos veículos apreendidos, um Porsche Cayenne turbo.A situação foi ironizada nas redes sociais pela mulher do empresário, Flavia Sampaio.

+ Carros apreendidos de Eike Batista somam 5 000 reais em multas

Em seu despacho, porém, Azulay não relacionou a decisão com o caso, justificando que o adiamento é possível já que os carros "não correm o risco de deterioração iminente", garantindo assim ao réu o direto de defesa.

A conduta do juiz será investigada por uma sindicância instaurada pela Corregedoria Regional da Justiça Federal da 2ª Região. Em sua defesa, Souza disse para VEJA que não existe irregularidade em seu ato, já que enviou um ofício para o Detran pedindo que os carros blindados do empresário ficassem à disposição da 3ª Vara enquanto não vão a leilão. Ele explicou ainda que levou o Porsche Cayenne para a garagem do seu prédio, na Barra da Tijuca, por falta de vagas no pátio da Justiça Federal e por causa da lotação do depósito da Polícia Federal. Uma das Hilux previstas no leilão também estava no prédio de residência do juiz.

+ Oito dilemas de Eike Batista na classe média

Para a coluna Radar On-line, do site de VEJA, o advogado de defesa do empresário, Ari Bergher, disse que o Porsche não foi incluído pelo juiz no edital deste primeiro leilão. Dessa forma, ele acredita que o ato “se constitui em improbidade administrativa”.

Não redes sociais, a mulher de Eike Batista, Flavia Sampaio, ironizou a atitude o juiz. “E não é que o outro carro também está bem guardadinho na garagem do Juiz? Muito obrigada V. Excelência por tanto apreço”, escreveu Flavia ao publicar a foto de um dos carros.

Na relação dos veículos que seriam leiloados nesta quinta-feira estão um Lamborghini Aventor 2011/2012, com lance mínimo de 1,62 milhão de reais; três Toyota Hilux blindadas, datadas entre 2005 e 2006 e avaliadas entre 45 000 e 50 000 reais; e um Smart Fortwo, fabricado em 2009 e cotado a 30 000 reais,

+ Situações que poderão transformar Luma de Oliveira em gente da gente

Avaliados em 1,8 milhão de reais, os cinco carros de Eike Batista que iriam para leilão nesta quinta-feira têm 29 infrações de trânsito. Juntos, os veículos acumularam 3 809,44 reais em multas, segundo levantamento da Secretaria Municipal de Transportes do Rio de Janeiro. Outros quatro veículos apreendidos, mas que não estão disponíveis para aquisição, somam mais nove autuações no valor de 1 191 reais, totalizando uma divida de 5 000 reais. (Com Estadão Conteúdo).

Fonte: VEJA SÃO PAULO