Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Ricky Martin desabafa sobre problemas de saúde mental durante isolamento

"Decidi me abrir para mostrar que você não está sozinho", escreveu o cantor no Instagram

Por Redação VEJA São Paulo 15 Maio 2020, 16h55

Ricky Martin, 48, fez uma confissão em seu perfil no Instagram sobre as dificuldades que está passando durante a quarentena ao lado do marido e dos dois filhos na sua casa, em Los Angeles.

O cantor aponta que precisou desabafar ao notar que noticiários americanos evitam debater sobre saúde mental neste momento de crise.

“Como o foco, na televisão, em relação a esse vírus, parece estar apenas na importância de manter seu sistema imunológico forte, evitando falar sobre saúde mental em tempos de crise e as lutas que a acompanham, decidi me abrir para mostrar que você não está sozinho”, afirmou o músico aos seguidores.

Durante as primeiras semanas de quarentena por conta da pandemia, Martin se sentiu depressivo, sobrecarregado e com sentimento intenso de luto. Ele afirma ainda que passou por momentos de negação, raiva, tristeza e aceitação.

+ Assine a Vejinha a partir de 6,90

O cantor disse que com contou com grande apoio do marido, o artista plástico Jwan Yosef, 36, que o ajudou a ver a pandemia e a quarentena de outra forma.

Continua após a publicidade

Martin terminou sua reflexão afirmando que está pronto para o “novo normal”, referindo-se ao período pós-quarentena, que será melhor do que o caminho que a sociedade estava tomando anteriormente e que esse foi um jeito escolhido pela natureza ou uma força divina de mostrar que a humanidade estava seguindo um caminho ruim e que estava na hora de darmos uma pausa e focarmos em nós mesmos. A postagem foi feita em inglês e espanhol. Confira: 

View this post on Instagram

Full lockdown. Day #60 #quarantine . swipe 👉🏼 📸: @jwanyosef

A post shared by Ricky (@ricky_martin) on

Dê sua opinião: E você, o que achou do desabafo de Ricky Martin?

  • Continua após a publicidade
    Publicidade