Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Postos da capital voltam a registrar falta de Astrazeneca para 2ª dose

Secretaria municipal de Saúde orientou profissionais que apliquem Pfizer para completar ciclo vacinal

Por Redação VEJA São Paulo 22 set 2021, 12h40

Vacinas de Oxford/AstraZeneca estão em falta novamente em postos de vacinação da cidade de São Paulo nesta quarta-feira (22). Pela manhã, o site da prefeitura que registra filas e quais imunizantes são aplicados informava que 49,3% dos postos não tinham o medicamento para segunda dose.

A secretaria municipal de Saúde orientou os profissionais na terça-feira (21) que aplicassem a intercambialidade das vacinas. A prática consiste em aplicar a Pfizer como segunda dose em vez da Astrazeneca. Isso porque o estoque já estava baixo para esta marca de vacinas.

São Paulo recebeu 200 000 doses do imunizante na última quinta-feira (16). A remessa foi distribuída na sexta-feira (17). Na terça (21), o estoque já estava em cerca de 18 000 doses.

A prefeitura afirmou que receberá 831.475 doses de vacinas contra Covid-19 nesta quarta (567.900 de Pfizer, 212.445 de AstraZeneca e 51.130 de CoronaVac). A falta do imunizante, porém, só será sanado quando houver a distribuição das doses.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade