Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Novo ciclo de vacinação contra a Covid começa em janeiro, diz secretário

Jean Gorinchteyn afirmou que imunização será anual em São Paulo e cravou data

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 19 jul 2021, 10h59 - Publicado em 19 jul 2021, 10h30

Jean Gorinchteyn, secretário da Saúde do estado de São Paulo, afirmou nesta segunda-feira (19) que o novo ciclo de vacinação contra a Covid-19 irá se iniciar em 17 de janeiro de 2022. A fala aconteceu durante a entrega de mais 1 milhão de doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde

“Assim como nós fazemos em relação à gripe, essa nova fase de imunização contra a Covid irá se iniciar no dia 17 de janeiro do ano que vem. Foi exatamente o dia que nós vacinamos a primeira brasileira aqui de São Paulo, Mônica Calazans”, disse o secretário.

Ele explicou que o novo ciclo não se trata de dose de reforço. “Isto não é um reforço. Isto é uma necessidade que nós temos de estar sempre, anualmente, fazendo uma proteção. Nós chamamos de reforço vacinal quando eu uso uma terceira ou quarta dose. Nós estamos seguindo a prerrogativa das vacinas pra vírus respiratórios como da gripe, que anualmente recebem uma imunização”, disse ele.

De acordo com Gorinchteyn, o Ministério da Saúde e o Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde) devem ter o mesmo entendimento, mas afirmou que o estado de São Paulo começará a vacinar independentemente de consenso.

“O estado de São Paulo vai iniciar seguramente uma nova campanha a partir do dia 17 de janeiro do próximo ano. Nós entendemos que nessa articulação junto com o próprio Ministério da Saúde e o Conass, também terão esse entendimento, para que possamos expandir essa nova fase da vacinação não apenas para São Paulo, mas para todo o país.”

  • Continua após a publicidade
    Publicidade