Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Diversidade e inclusão na infância são tema de congresso online

Congresso reuniu mais de 300 especialistas em temas ligados à saúde e ao bem-estar das crianças

Por Abril Branded Content Atualizado em 8 dez 2020, 10h20 - Publicado em 9 dez 2020, 10h00

O 5º Congresso Internacional Sabará de Saúde Infantil, realizado em ambiente online em novembro, trouxe cerca de 300 palestrantes para discutir bem mais do que pediatria e tratamentos clínicos. Na última conferência magna, a socióloga Suelaine Carneiro, da ONG Geledés, defendeu a urgência do combate às desigualdades raciais para preservar a saúde das crianças negras.

“Neste momento, são necessários o compromisso e a atuação da sociedade para evitar o aprofundamento das violações de direitos das meninas negras”, disse Suelaine. Sociólogo, o fundador do Observatório de Favelas, Jailson de Souza e Silva, explicou como a cultura racista e elitista acaba transformando moradores de comunidades em “seres descartáveis e desumanizados”. Também participou da conversa o presidente da Fundação Ford, Darren Walker, que enfatizou a importância de uma filantropia atenta às injustiças econômicas.

O congresso é uma iniciativa da Fundação José Luiz Egydio Setúbal (FJLES), mantenedora do Sabará Hospital Infantil e do Instituto Pensi. Ao todo, foram três conferências magnas, 31 simpósios e 20 mesas-redondas. “É um encontro um pouco diferente dos outros congressos médicos. Além dos profissionais da área da saúde, tem um aspecto social, por causa do papel da fundação”, destacou José Luiz Egydio Setúbal, presidente da FJLES e do congresso.

“O Sabará Hospital Infantil é o braço assistencial da fundação. O valor gerado com os atendimentos vai para um fundo, que depois é aplicado em programas de educação, pesquisa e projetos sociais. Temos, por exemplo, um projeto na área de autismo em crianças com necessidades específicas, que também foi temática do congresso”, explica Fátima Rodrigues Fernandes, coordenadora da comissão científica do evento e diretora executiva do Instituto Pensi.

O evento também trouxe o relato de experiências inovadoras na saúde infantil. Uma delas é a child life specialist, nova categoria profissional voltada para o bem-estar geral das crianças. Por meio de atividades lúdicas, os profissionais se comunicam com a criança de acordo com sua maturidade cognitiva e compreensão de mundo, o que permite um tratamento mais humanizado. Em sua apresentação, a psicóloga Dora Leite falou sobre a atuação desse novo profissional e como isso pode ajudar a reduzir o estresse das crianças durante internações. Dora Leite é uma das egressas do programa pioneiro do Sabará para a formação de especialistas na vida das crianças.

Um hospital infantil preparado para a Covid-19

Desde o começo de março, o Sabará está equipado para atender casos de Covid-19. Quem tem cirurgia marcada, por exemplo, passa por uma avaliação pré-anestésica via telemedicina, para reduzir o fluxo de pessoas no hospital. A criança é testada para o coronavírus dois dias antes da cirurgia, e sua família recebe um kit de máscaras em casa. Além disso, a instituição criou uma sala de triagem logo na entrada e adotou rigorosos protocolos sanitários – assim, os pais podem se sentir mais seguros em seguir o calendário de vacinação contra a coqueluche, o sarampo, a gripe e outras doenças.

Continua após a publicidade
Publicidade