Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Desrespeitando regra, postos de saúde em São Paulo vacinam pessoas com miopia e astigmatismo

Postos não seguiram a orientação de vacinar pessoas com "dificuldade ou incapacidade de enxergar mesmo com uso de óculos", segundo a Prefeitura

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 12 jun 2021, 16h31 - Publicado em 12 jun 2021, 16h30

Nesta sexta-feira (11), postos de saúde na cidade de São Paulo vacinaram pessoas que possuem miopia ou astigmatismo, mas que ainda são capazes de enxergar, contra a Covid-19. Tal ato vai contra a orientação técnica municipal de vacinação, que engloba aqueles que possuem deficiência visual.

A Prefeitura de São Paulo afirmou em nota que a deficiência visual se caracteriza quando existe “grande dificuldade ou incapacidade de enxergar mesmo com uso de óculos”. Problemas leves de visão não se caracterizam como comorbidade ou deficiência permanente.

Ao G1, o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, afirmou que todos casos serão apurados. Nas redes sociais, usuários afirmaram que receberam uma dose da vacina nos bairros de Itaquera, Cidade Patriarca, Artur Alvim e Tremembé.

Publicidade