Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Cremesp denuncia instituto por invalidar amostras para testes de Covid-19

Conselho regional de medicina encontrou indícios de irregularidades no acondicionamento de cerca de 20 mil amostras

Por Redação VEJA São Paulo 11 abr 2020, 12h21

O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) denunciou o Instituto Adolfo Lutz ao Ministério Público e à Secretaria de Estado de Saúde nesta sexta-feira (10) por invalidar amostras para testes de Covid-19. As informações foram divulgadas em nota oficial do conselho.

Durante fiscalização, realizada na tarde de quinta (9), foram encontrados indícios de irregularidades em relação ao acondicionamento das amostras para testes do novo coronavírus. Cerca de 20 mil amostras estavam guardadas em geladeiras, indicadas para a conservação desse tipo de amostras por até 72 horas.

Assine a Vejinha por 14,90 mensais.

Com um número tão alto e capacidade atual para processar 1,4 mil testes diários, a maior parte deste material estaria fora dos padrões de qualidade e confiabilidade para a realização dos testes, de acordo com protocolos e procedimentos internos da própria instituição.

Na vistoria, o Instituto também não demonstrou como realiza o sistema de priorização de exames, conforme determina a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, para casos graves como Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e óbitos.

Além de acionar o Ministério Público, o Cremesp abriu sindicância para investigar as responsabilidades dos médicos e gestores do instituto.

Assine a Vejinha por 14,90 mensais.

O Cremesp também criou canais de denúncia, exclusivos para o período da pandemia de Covid-19, que são avaliadas por fiscalizações. Nestes canais, médicos e profissionais de saúde podem relatar falta de insumos, EPIs ou irregularidades em seu ambiente de trabalho. Desde o registro do primeiro caso de Covid-19 em São Paulo, já foram recebidas mais de 300 denúncias de diversos municípios, incluindo a capital.

As denúncias podem ser feitas pelos canais do Cremesp: (11) 98286-3722 (WhatsApp) e pelo e-mail covid-19@cremesp.org.br.

Continua após a publicidade

Publicidade