Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Coronavírus: Governo de SP suspende férias de funcionários da saúde

Decisão foi tomada pelo governo paulista após reunião entre o governador João Doria e o ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta

Por Redação VEJA São Paulo 14 mar 2020, 12h16

O governo do estado de São Paulo suspendeu as férias dos funcionários da rede de saúde por 60 dias. A medida foi publicada no Diário Oficial deste sábado (14) e tem validade até 15 de maio. A decisão foi tomada pelo governo paulista após reunião entre o governador João Doria (PSDB) e o ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Além da suspensão das férias, o governador também anunciou nesta sexta-feira (13) o cancelamento de eventos com mais de 500 pessoas em todo o estado. As medidas de prevenção contra a propagação do coronavírus também foram publicadas em decreto no Diário Oficial deste sábado (14). As informações são do G1.

A recomendação é que todos os eventos esportivos, artísticos, culturais, políticos, científicos, religiosos e comerciais com concentração próxima de pessoas e expectativa de público acima de 500 pessoas sejam suspensos no estado de São Paulo. No caso de eventos organizados pelo governo ou prefeitura, a suspensão será feita imediatamente — como no caso do Theatro Municipal, que suspendeu suas atividades nesta sexta-feira (13) por período indeterminado. Para eventos privados, a orientação do governador é apenas uma recomendação.

  • Publicidade