Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Conselheiros alertam sobre surto de gripe desde o início de dezembro

Mensagens foram trocadas em grupo de WhatsApp que tem, entre outros, secretário de Saúde de São Paulo

Por Clayton Freitas 14 dez 2021, 19h27

Alguns integrantes do Conselho Municipal de Saúde de São Paulo vêm alertando desde o início deste mês de dezembro a respeito do aumento na quantidade de atendimentos em unidades de saúde devido a casos de gripe.

Essas conversas têm ocorrido sobretudo por meio de um grupo de WhatsApp  do Conselho que tem, entre outros integrantes inscritos, o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, e o secretário-adjunto, Luiz Carlos Zamarco.

+Após Shantal, jornalista britânica denuncia obstetra; MP pede investigação

Em uma reunião ocorrida na tarde desta terça-feira (14) envolvendo sindicalistas da área de saúde e integrantes da Secretaria Municipal de Saúde, a médica Marilande Marcolin, secretária-executiva de atenção hospitalar da pasta, disse que a cidade de São Paulo já vive um surto de gripe (Influenza).

As conversas que a reportagem teve acesso mostram que os alertas dos conselheiros vêm ocorrendo antes disso, já a partir do dia 6 de dezembro.

– “Esse povo todo amontoado em pleno surto de Influeza! Cadê a SMS?”, indaga uma pessoa do grupo

– “Até agora não vi nenhum posicionamento oficial do então secretário municipal de saúde da cidade. Se alguém tiver, por favor, me manda aí”, responde outro integrante

A Secretaria Municipal de Saúde foi procurada para comentar o assunto e não havia se manifestado até as 19h desta terça-feira. Assim que o fizer, seu posicionamento será acrescido a este texto.

Continua após a publicidade

Em uma dessas mensagens, uma pessoa que integra o conselho afirma que o aumento no número de atendimentos elevou o tempo de espera na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) City Jaraguá, na Zona Norte, em três horas.

Em outra conversa, integrantes questionam o fato de as pessoas terem que esperar a consulta sentadas no chão e também o fato de não ter ocorrido nenhum posicionamento oficial a respeito da situação.

Ao postar o vídeo da AMA Capão Redondo, outro integrante do conselho afirmou que o surto de Influenza já explodiu na cidade de São Paulo.

Conselho

O Conselho Municipal de Saúde é um órgão colegiado composto por integrantes do poder público e da sociedade civil. Ele é presidido pelo secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido.

Além dele participam outras 32 pessoas, assim divididas: 16 representantes dos usuários; 8 representantes dos trabalhadores da saúde; 6 representantes de instituições governamentais e de ensino superior e outras 2 de prestadores de serviços de saúde e de fornecedores ou produtores de insumos de saúde. Cada uma delas tem os seus suplentes.

Entre as funções do conselho estão a de auxiliar na formulação e execução da política municipal de saúde.

A legislação prevê que cabe aos conselhos de saúde desenvolver propostas e ações de saúde pública, além de analisar e fiscalizar o funcionamento do SUS (Sistema Único de Saúde).

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)