Rancho Português (Desde 2013)

Tipos de Restaurantes: Portugueses
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Avenida dos Bandeirantes, 1051 - Vila Olímpia - São Paulo - SP ver no mapa
Telefone: (11) 26392077
Horário:
segunda-feira
12:00 - 15:00 - 19:00 - 23:00
terça-feira
12:00 - 15:00 - 19:00 - 23:00
quarta-feira
12:00 - 15:00 - 19:00 - 23:00
quinta-feira
12:00 - 15:00 - 19:00 - 23:00
sexta-feira
12:00 - 15:00 - 19:00 - 23:00
sábado
12:00 - 23:00
domingo
12:00 - 18:00
Empório: 10h às 23h ( domingo até 18h)
monetization_on

Faixa de preço

De R$101,00 a R$150,00

payment

Formas de pagamento

Cartões de crédito: Visa, Mastercard, Diners e American Express
Cartões de débito: Visa Electron, Rede Shop e Maestro

check_circle

Informações adicionais

Estacionamento/Valet (R$ 22,00), Acesso para deficientes, Lugares/Capacidade total (270), Comida (couvert) (R$ 15,00), Levar vinhos (permite) (R$ 60,00)

Resenha por Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

Quando foi inaugurado, dezenove anos atrás, por um grupo de sócios capitaneado pelo trasmontano Antônio Alves, o Rancho 53 era um acolhedor restaurante de beira de estrada na cidade de Araçariguama, no interior do estado. Em 2013, foi aberta a filial paulistana, na movimentada Avenida dos Bandeirantes, intitulada Rancho Português — que, num primeiro momento, vacilava bastante. Quatro anos em um salão gigantesco e ao mesmo tempo acolhedor foi o suficiente para o lugar tomar prumo e virar um campeão de qualidade. São irresistíveis tanto os minibolinhos de bacalhau (sete unidades, R$ 36,00) quanto a alheira dourada (R$ 34,00). O que vem a seguir só reafirma a categoria do lugar: o pescado em versão rampinha (posta com batata, cebola no azeite, azeitona preta, alho e salsinha; R$ 231,00 para três). Uma das joias da doçaria lusa, o pão de ló de Ovar (R$ 20,00) é um bolo com muita gema, delicado e quase líquido. Dá vontade de pedir bis. Entre dezembro e janeiro, a casa deve ganhar uma filial na Rodovia Fernão Dias, perto do Túnel da Mata Fria, em Mairiporã. Repetirá por lá o menu paulistano vencedor.

Preços checados em setembro de 2017.

    PORTUGA HARMONIZADO

    Melhor restaurante português tradicional da capital pelo COMER & BEBER, o Rancho Português realiza um jantar com vinhos na quarta (8), a partir das 20h. Entrada, dois pratos e sobremesa são harmonizados com rótulos da Adega Alentejana. O clássico bacalhau à lagareiro é combinado com o tinto Blog 2013, do produtor
    Tiago Cabaço, que leva as uvas alicante bouschet e syrah na composição. A chanfana de cordeiro (foto) tem a parceria do Cortes de Cima Incógnito Tinto 2012, só de syrah. O menu custa R$ 500,00. Recomenda-se reservar.

    Preços checados em setembro de 2017.

    Comer e beber

    • 2017 - Vencedor

      Português Tradicional Comer & Beber .

      Quando foi inaugurado, dezenove anos atrás, por um grupo de sócios capitaneado pelo trasmontano Antônio Alves, o Rancho 53 era um acolhedor restaurante de beira de estrada na cidade de Araçariguama, no interior do estado. Em 2013, foi aberta a filial paulistana, na movimentada Avenida dos Bandeirantes, intitulada Rancho Português — que, num primeiro momento, vacilava bastante. Quatro anos em um salão gigantesco e ao mesmo tempo acolhedor foi o suficiente para o lugar tomar prumo e virar um campeão de qualidade. São irresistíveis tanto os minibolinhos de bacalhau (sete unidades, R$ 36,00) quanto a alheira dourada (R$ 34,00). O que vem a seguir só reafirma a categoria do lugar: o pescado em versão rampinha (posta com batata, cebola no azeite, azeitona preta, alho e salsinha; R$ 231,00 para três). Uma das joias da doçaria lusa, o pão de ló de Ovar (R$ 20,00) é um bolo com muita gema, delicado e quase líquido. Dá vontade de pedir bis. Entre dezembro e janeiro, a casa deve ganhar uma filial na Rodovia Fernão Dias, perto do Túnel da Mata Fria, em Mairiporã. Repetirá por lá o menu paulistano vencedor. (Preços checados em setembro de 2017.)

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2016 - Participante

      Restaurantes portugueses Comer & Beber .

      Precedido por um grande empório, no qual podem ser comprados de vinhos a queijos e de louças a peças de decoração, é indicado para ir sem pressa. O leitão (R$ 143,00, para dois) que dá nome à casa vem bronzeado e de pele quebradiça sob a qual se esconde a carne macia. Chamado de joão do grão (R$ 209,00, para três), o ótimo bacalhau é apresentado com grão-de- -bico, batata, cenoura e brócolis verdinhos, mas cozido demais. No arremate, um doce divino e raro: o pão de ló de ovos como só se encontra em Portugal (R$ 18,90). (Preços checados em setembro/outubro de 2016.)

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2015 - Participante

      Restaurantes portugueses Comer & Beber .

      Não acredite que esse restaurante é um lugar simples como o nome sugere. Derivado do Rancho 53, que fica na estrada de Araçariguama, cidade colada a Santana de Parnaíba, tem um salão gigantesco, onde antes funcionava uma churrascaria rodízio e um bufê de festas. Se dois anos atrás sua cozinha estreou com timidez em resultados, agora se aprumou. Prova disso são o bacalhau à narciso (R$ 205,00), ao forno com cebola, batata, pimentão, alho, salsinha e azeitona, e o caprichado leitão que dá nome ao lugar (na companhia de salada, batata-portuguesa e laranja em fatias R$ 139,00). Antes de passar ao principal, a dica para abrir o apetite são os graúdos bolinhos de bacalhau em porção com sete unidades (R$ 26,90). Ponha um ponto-final açucarado com a queijada (R$ 18,90). Enquanto espera por uma mesa — sim, embora tenha um salão gigante, o lugar costuma lotar nos fns de semana — aproveite para passear pela loja de vinhos, que tem uma bela seleção de rótulos portugueses que já tiveram preços mais em conta. Confira também no empório os produtos alimentícios importados de Portugal. Há sempre queijos de primeira e carnes defumadas ao estilo da terrinha. (Preços checados em setembro/outubro de 2015.)

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2014 - Participante

      Restaurantes portugueses Comer & Beber .

      Tem ambiente grandioso, precedido por conjugado de empório fino, loja de vinhos e bar com petiscos típicos. A cozinha, que começou portentosa, já não exibe o mesmo vigor do ano passado. Por isso, não estranhe se em uma noite dessas não encontrar o prato que dá nome à casa: o leitão à bairrada (R$ 71,00). O arroz de polvo (R$ 105,00), embora saboroso, pode chegar cozido em excesso. São mais garantidas as sugestões de bacalhau. Há boas entradas feitas com o nobre Gadus morrhua, caso do creme de bacalhau com batata, espinafre e camarão (R$ 32,00). Dos pratos principais, o pescado joão do grão (R$ 194,00, para dois) é uma posta cozida e refogada no azeite com batata, cenoura, grão-de-bico, ovo, pimentão, brócolis, azeitona e salsinha. Feito com toucinho, como manda a fórmula original, o pudim abade de prisco (R$ 16,90) está entre as melhores sobremesas. (Preços checados em setembro/outubro de 2014).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2013 - Participante

      Restaurantes portugueses Comer & Beber .

      Pertence aos mesmos donos do Rancho 53, no município de Araçariguama, próximo a Santana de Parnaíba. Aberta no fim de setembro, ocupa o antigo e gigantesco imóvel onde funcionou um rodízio de carnes. Na entrada há um atraente empório, com azeites finos, chocolates, frutas secas, vinhos e louças à venda. Antes de chegar ao salão fica o bar, onde se podem saborear empadas e outros petiscos com uma taça de vinho. Precede o restaurante ainda uma adega para vinhos portugueses que vão de ótimos espumantes a dois íconesdo país ibérico: o Barca Velha e o Pêra-Manca. Não deixe de provar a ótima alheira frita (R$ 22,90) e os bolinhos de bacalhau (R$ 24,90, sete unidades). O leitão feito à moda da Bairrada tem a carne macia e a pele crocante. Se pedido em meia dose, ou seja, porção individual, custa R$ 59,00. Para três paladares, o bacalhau de ótima qualidade e perfeitamente dessalgado sai a R$ 166,00. Na receita com o nome da casa, o pescado é frito levemente no azeite e tem a companhia de pimentões amarelo, verde e vermelho, cebola, brócolis e batata salpicados de alho. Camadas de merengue cremoso entremeadas de biscoito moído e cobertas por creme de ovos têm o açucarado nome de natas do céu (R$ 10,90). (Preços checados em setembro/outubro de 2013).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    Comentários
    Deixe um comentário

    Olá, ( log out )

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s