Clique e assine por apenas 6,90/mês

Aquário de São Paulo

Tipos de Passeios: Parques

VejaSP:

Endereço: Rua Huet Bacelar, 407 - Ipiranga - São Paulo - SP ver no mapa

Telefone: (11) 22735500

Site: http://www.aquariodesaopaulo.com.br

Horário:

segunda-feira 09:00 - 17:00

terça-feira 09:00 - 17:00

quarta-feira 09:00 - 17:00

quinta-feira 09:00 - 17:00

sexta-feira 09:00 - 17:00

sábado 09:00 - 17:00

domingo 09:00 - 17:00

Feriados: 9h às 17h

Informações adicionais: Entrada (R$ 80,00) (1), Estacionamento/Valet (R$ 30,00)(1)R$ 40,00 (segunda) e R$ 80,00 (terça a domingo).

Resenha por Mariana Oliveira

Após uma expansão realizada em abril de 2015, o parque tem como grande atração um casal de ursos polares, vindos da Rússia. Aurora e Peregrino vivem em um recinto climatizado de 1500 metros quadrados. Também são novidades bichos provenientes de regiões como Austrália, África e Indonésia. São cangurus, equidnas, vombates e leões-marinhos. Há ainda lêmures, que ganharam fama com o personagem Rei Julien do filme Madagascar (2005), e suricatos, similares a Timão, do desenho O Rei Leão (1994). Um casal de coalas deve chegar em breve.

+ Conheça as novidades do Aquário de São Paulo

O ala antiga ainda atrai atenções. Um tanque gigante de 1 milhão de litros de água salgada abriga diversas espécies aquáticas. Para observá-las, adultos e crianças ficam em um espaço que lembra um navio naufragado. Os peixes são vistos através de placas acrílicas quando se olha para a frente ou para o alto.

Por ali circulam oito tubarões-lixa e o tubarão-mangona Pancho, que tem 1,80 metro de comprimento e pesa 100 quilos. Em outro setor estão mamíferos aquáticos a exemplo de lontras e o peixe-boi Tapajós, ameaçado de extinção e vindo da Amazônia. Por ali, a sensação é de uma visita à Amazônia. O público conhece também reproduções de lugares como a Patagônia, no pinguinário, cheio de aves originárias da região do sul da Argentina. O lago dos jacarés faz uma referência ao Pantanal.

    NOVOS HÓSPEDES NO AQUÁRIO

    O Aquário de São Paulo apresenta neste sábado (3/9) dois novos animais: o Rei Billy e a Princesa Julie, um casal de coalas vindo do Darling Downs Zoo, na Austrália. Só não fique frustrado se eles não mandarem um “tchauzinho” no dia da visita. Para manter essa aparência fofa, eles dormem cerca de vinte horas e comem quase meio quilo de folhas de eucalipto diariamente.

    (Por Gabriel Bentley)

     

    FÉRIAS NO AQUÁRIO

    Entre as estrelas do Aquário de São Paulo estão o casal de ursos-polares aurora e Peregrino, e o primeiro coala nascido em solo brasileiro, Endi. Até o dia 31, mergulhadoras-sereias entram no tanque para duas apresentações diárias, às 10h e às 16h. apenas no dia 28, rola ainda visita noturna iluminada por lanternas.
    Os valores são de r$ 90,00 (crianças de até 12 anos) e r$ 180,00, para os adultos.

    (Por: Camila Pusiol, Julho de 2018)

    Após uma expansão realizada em abril de 2015, o parque tem como grande atração um casal de ursos polares, vindos da Rússia. Aurora e Peregrino vivem em um recinto climatizado de 1500 metros quadrados. Também são novidades bichos provenientes de regiões como Austrália, África e Indonésia. São cangurus, equidnas, vombates e leões-marinhos. Há ainda lêmures, que ganharam fama com o personagem Rei Julien do filme Madagascar (2005), e suricatos, similares a Timão, do desenho O Rei Leão (1994). Um casal de coalas deve chegar em breve.

    + Conheça as novidades do Aquário de São Paulo

    O ala antiga ainda atrai atenções. Um tanque gigante de 1 milhão de litros de água salgada abriga diversas espécies aquáticas. Para observá-las, adultos e crianças ficam em um espaço que lembra um navio naufragado. Os peixes são vistos através de placas acrílicas quando se olha para a frente ou para o alto.

    Por ali circulam oito tubarões-lixa e o tubarão-mangona Pancho, que tem 1,80 metro de comprimento e pesa 100 quilos. Em outro setor estão mamíferos aquáticos a exemplo de lontras e o peixe-boi Tapajós, ameaçado de extinção e vindo da Amazônia. Por ali, a sensação é de uma visita à Amazônia. O público conhece também reproduções de lugares como a Patagônia, no pinguinário, cheio de aves originárias da região do sul da Argentina. O lago dos jacarés faz uma referência ao Pantanal.