Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Xuxa divulga filme polêmico “Amor Estranho Amor” em entrevista

"Quem não viu, veja, é um filme muito legal" disse sobre obra feita em 1982 e que já foi levado à Justiça pela artista

Por Redação VEJA São Paulo 18 jul 2020, 17h24

Amor Estranho Amor sempre foi um incômodo na carreira da apresentadora Xuxa Meneghel, mas parece que a apresentadora começou a enxergar o filme com outros olhos. Na trama, a atriz interpreta uma garota de programa que tem relações sexuais com um menino de 12 anos.

Meneghel já entrou na Justiça para tirar de circulação as cópias do filme. Porém, em entrevista ao OtaLab, do UOL, depois de 30 anos do lançamento do longa, ela pede para que as pessoas assistam à produção. “Quem não viu, veja o filme. É um filme muito legal. Aquilo lá é uma ficção, não é a minha biografia”, contou ao apresentador Otaviano Costa na última sexta-feira (17).

Xuxa já confessou a apresentadora Eliana em 2019 que só atuou no filme para agradar o namorado na época, o jogador Pelé. “Odiei fazer ‘Amor Estranho Amor’. Me enganaram, falaram um monte de coisa, que era para ser feito assim, assado. Foi o único trabalho que Pelé me fez fazer, porque ele falou: ‘Faz por causa do meu amigo’. Fiz e me estrepei.” revelou.

A apresentadora citou a produção ao falar da votação da Lei Menino Bernardo em 2014, quando um político evangélico usou a atuação contra a atriz, afirmando que ela não tinha propriedades para falar sobre métodos para educar crianças. Também chamada de “Lei da Palmada”, ela proibe a violência contra menores. “As pessoas querem me atingir falando sobre o filme. Queria deixar claro que isso não me atinge”, concluiu.

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade