Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Videolocadora 2001 encerra as atividades nas lojas após 33 anos

A empresa fecha as duas últimas unidades na capital, mas mantém e-commerce

Por Veja São Paulo Atualizado em 1 jun 2017, 16h26 - Publicado em 20 dez 2015, 10h49

Após 33 anos, a mais tradicional e conhecida videolocadora da cidade, a 2001 Vídeos, anunciou, no sábado (19), que irá fechar suas lojas físicas em São Paulo e fará queima de estoque de todo seu acervo de filmes em DVD e VHS, além de móveis e equipamentos que também eram vendidos. A empresa expediu um comunicado ao seus clientes de agradecimento por ajudar a construir a história de sucesso da videolocadora.  

+ Escolas de samba já fazem ensaios técnicos no Anhembi 

Locadora 2001
Locadora 2001

Devido a pirataria e serviços de streaming, o retorno financeiro das videolocadoras foi comprometido. A videolocadora contava ultimamente com apenas dois endereços: a matriz na avenida Paulista e uma outra em Pinheiros, ao lado do Instituto Tomie Ohtake. A marca chegou a contar com um total de sete lojasl. O sidicato das Empresas Videolocadoras do Estado de São Paulo afirma que, entre os anos de 2005 e 2010, o número de videolocadoras caiu de 4.800 para 2.000.

+ Metrô oferece tour gratuito para conhecer curiosidades do sistema 

O diferencial da 2001 foi de sempre fornecer um catálogo especializado para cinéfilos mais criteriosos. Com um acervo de mais de 18 mil filmes, a empresa também vendia livros temáticos e produtos relacionados a filmes. O serviço continuará na internet com compra e venda de títulos novos. 

+ Vídeos em 360 graus: a novidade das produtoras 

Continua após a publicidade
Publicidade