Clique e assine por apenas 6,90/mês

Valorizar a arte na rua

Artistas, ativistas e donos da galeria Choque Cultural, Mariana Pabst Martins e Baixo Ribeiro falam do Escola Criativa e outros projetos

Por Raul Juste Lores - Atualizado em 14 Feb 2020, 15h45 - Publicado em 14 Jan 2020, 00h10

O podcast #SPsonha desta semana traz os artistas, ativistas e donos da galeria Choque Cultural, Mariana Pabst Martins e Baixo Ribeiro. Dentro do projeto Escola Criativa, o casal já levou grafiteiros, urbanistas e pedagogos para dar um banho de cor (e de humanidade) a mais de 50 escolas públicas, além de criar hortas e até mapas gigantes do Brasil no piso do recreio. Eles também falam da importância da arte pública, do Beco do Batman ao Grajaú, de como São Paulo ainda não sabe aproveitar o potencial dessa criação espontânea e sonham com futuras fazendas urbanas ao longo dos rios. Confira a entrevista comandada pelo redator-chefe da Vejinha, Raul Juste Lores:

Publicidade