Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Turma da Mônica lança cartilha sobre o uso de máscaras no Instagram

O material explica porque a máscara é importante, abordando a forma de transmissão do vírus e indicando o objeto como um item a mais de proteção

Por Agência Brasil 4 jun 2020, 15h35

Uma cartilha dos responsáveis pelas publicações da Turma da Mônica foi desenvolvida para ajudar na conscientização sobre o uso de máscaras como forma de prevenção na pandemia do novo coronavírus.

O material traz orientações sobre o tema divulgados por autoridades de saúde em âmbito nacional durante a pandemia, como o Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

+ Assine a Vejinha a partir de 6,90

A publicação foi divulgada no perfil do Instagram da Turma da Mônica, que conta com mais de 800 mil seguidores. O material explica porque a máscara é importante, abordando a forma de transmissão do vírus e indicando o objeto como um item a mais de proteção, que não substitui as atitudes de higiene já recorrentemente divulgadas, como a higienização das mãos e superfícies.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Um guia detalhado, com os cuidados necessários para o uso e manuseio das máscaras, nossa grande aliada na proteção contra a Covid-19. Lembrando que usar máscara e lavar as mãos é também um ato de amor que pode salvar vidas.

A post shared by Turma da Mônica (@turmadamonica) on

O texto traz o número sugerido do uso de máscaras por dia (cinco) e o tempo indicado para a troca (a cada três horas). Além disso, ensina como colocar o item de proteção e como tirá-lo, listando cuidados como não tocar na parte da frente, lavar as mãos após a retirada e como descartá-lo.

Outra orientação é a de o que fazer ao lavar a máscara, como deixar de molho por até 30 minutos em uma mistura de água e água sanitária. Traz também outros cuidados, como não torcer demais e buscar passar o pano com ferro quente.

A cartilha tem informações específicas para crianças, como as orientações de autoridades de saúde para que não seja utilizada por pessoas com menos de dois anos e a necessidade de supervisão dos pais para pessoas de até 10 anos. O caderno pode ser encontrado no site do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), e é de distribuição gratuita.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade