Clique e assine por apenas 6,90/mês

Sansão, o coelhinho da Mônica, comemora 50 anos com exposição

Setenta artistas criaram suas versões do personagem. Trabalhos são exibidos no Memorial da América Latina

Por Redação VEJA SÃO PAULO - Atualizado em 5 dez 2016, 16h17 - Publicado em 26 fev 2013, 18h50

Sansão, o coelho de pelúcia azul da Mônica, chegou aos 50 anos assim como a personagem principal da turma criada por Mauricio de Sousa. Para comemorar, desenhos do bichinho feitos por setenta artistas brasileiros ganham exposição no Memorial da América Latina.

+ Mauricio de Sousa: “Mônica completa 50 anos com corpinho de 7”

As ilustrações retratam o inseparável amigo da Mônica em diversas situações, como bolando uma vingança contra o Cebolinha, que sempre dá nós em suas orelhas nas histórias em quadrinhos. “Faltavam personagens femininas em minha turminha. Cebolinha, Franjinha e Titi eram baseados em amigos de minha infância”, conta Mauricio. “Um dia, vi a Mônica brincando com seu coelhinho e decidi criar a personagem. Sansão era amarelo e não azul, como nos quadrinhos. Ele nunca mais a abandonou.”

O nome do brinquedo foi escolhido por leitores em um concurso realizado na revista da turma, em 1983. A exibição, com curadoria do cartunista JAL, faz parte das comemorações de 50 anos da Mônica, que terá atrações ao longo de todo o ano. A entrada é gratuita.

Continua após a publicidade
Publicidade