Continua após publicidade

Salão de Debutante: Mapa das Artes divulga o 14º Salão dos Artistas sem Galeria

Artistas não representados por galerias da capital são selecionados para uma exposição tradicional no Jardim Paulistano

Por Ana Garcia
2 dez 2022, 06h00

O Mapa das Artes, uma plataforma de comunicação sobre artes visuais, acaba de selecionar os dez artistas da 14ª edição do Salão dos Artistas Sem Galeria, que acontece em janeiro e fevereiro na Zipper Galeria, no Jardim América.

Amém kkkk, de Felipe Diniz
Amém kkkk, de Felipe Diniz (Foto/Divulgação)

A exposição, que busca dar visibilidade a nomes menos conhecidos do mercado, abre anualmente o calendário de artes de São Paulo na Zipper desde 2017. A seleção se deu entre 281 candidatos brasileiros e estrangeiros residentes no país. O requisito era que não tivessem contrato — formal ou verbal — com galerias da capital.

A iniciativa foi idealizada pelo jornalista Celso Fioravante, que criou o Mapa das Artes e realiza o salão desde 2010. “Eu escrevia reportagens sobre museus e instituições culturais. Percebi que existia um grupo muito grande de artistas — a maioria — que não estava inserido no mercado”, ele conta.

Lamento Vitor Matsumoto
Lamento, de Vitor Matsumoto (Fotos/Divulgação)

Os nomes selecionados residem nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia e Pernambuco, além de uma artista russa que mora no Brasil. A curadoria foi feita por Elias Muradi, Ana Carolina Ralston e Alice Granada. “Foi uma grande responsabilidade, porque a exposição acontece em uma galeria importante”, diz Alice.

Neste ano, a iniciativa selecionou pela primeira vez uma artista para receber a Bolsa Viagem Fora do Eixo, uma incursão de uma semana em São Paulo com passagens, estadia e despesas pagas, direcionada a nomes de fora dos estados do Rio de Janeiro e São Paulo. A premiada foi Carchíris Barcelos, do Maranhão. “Será minha primeira vez na capital paulista. Viajar com esse viés me deixa imensamente feliz e ansiosa para conhecer espaços e trabalhos que admiro. Vai haver muitos ‘terremotos’ de reflexões e aprendizados”, ela diz.

Carchíris Barcelos: artista maranhense recebeu a Bolsa Viagem fora do Eixo
Carchíris Barcelos: artista maranhense foi contemplada pela Bolsa Viagem fora do Eixo (Acervo Pessoal/Divulgação)

A carioca Kika Diniz, integrante do salão do ano passado, é um exemplo do impacto que a iniciativa pode ter na trajetória dos artistas. Após a exposição, ela acabou indicada ao renomado Prêmio Pipa 2022 e uma das pinturas de sua série odeioestrogonofe (nome de seu perfil na rede TikTok) esteve na tradicional exposição Abre Alas da galeria A Gentil Carioca, que também busca apresentar ao grande público — e aos colecionadores — o trabalho de criadores neófitos no mercado das artes.

Continua após a publicidade

No sábado (26), Kika inaugurou sua primeira exposição individual no espaço Caroço Projeto, da Vila Ipojuca, na Zona Oeste. “Queria que meu trabalho alcançasse o máximo de pessoas, e para isso o salão do ano passado foi muito bom. Muita gente passou a me seguir no Instagram e a compartilhar meus conteúdos”, ela diz.

Publicado em VEJA São Paulo de 7 de dezembro de 2022, edição nº 2818

+Assine a Vejinha a partir de 9,90. 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.