Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Ex-loteamento de luxo, Paraisópolis completa 100 anos com roteiro cultural

Divisão de terras começa em 1921 e ocupação informal ganha força nos anos 70; conheça a história da região

Por Guilherme Queiroz 16 set 2021, 10h25

Paraisópolis completa 100 anos nesta quinta-feira (16). As comemorações, organizadas pelo grupo G10 Favelas, vão até o dia 25 de setembro e contam com apresentações artísticas, atividades infantis, feijoada e samba, além de diversas oficinas (veja mais detalhes ao final).

No dia 23, próxima quinta-feira, ocorre a abertura da exposição Memórias de Paraisópolis, no Pavilhão do G10 das Favelas, com o lançamento de um documentário de 30 minutos que vai contar a trajetória do bairro com relatos de moradores. O trabalho é da Cria Brasil e posteriormente também será disponibilizado no YouTube. “Vamos colocar fotos antigas da comunidade e intervenções pelas ruas de Paraisópolis”, diz Joildo Santos, diretor da Cria e organizador do projeto.

ERA TUDO MATO

A história do bairro começa em 1921, quando a área de 800 000 metros quadrados onde hoje fica uma das maiores favelas de São Paulo foi parcelada em 2 200 lotes pela União Mútua Companhia Construtora. O relevo da região, no entanto, não favoreceu a implementação da infraestrutura buscada pelos clientes que buscavam uma área para construções de alto-padrão, e os donos dos lotes nunca chegaram a ocupá-los ou pagar impostos.

Abandonada, a região começou a ser lar de ocupações informais. Em 1950, famílias japonesas começaram a usar o espaço para a implementação de chácaras e, a partir dos anos 60, gado e plantações surgiram no entorno. “As pessoas exploravam a produção de hortaliças porque havia muitas nascentes de água cristalina na região”, explica Joildo.

Com o crescimento dos bairros vizinhos, como o Morumbi, e a chegada de grandes obras e oportunidades na área da construção civil, a partir dos anos 70 começa uma ocupação, com o surgimento dos primeiros barracos de madeira, intensificada nos anos 80. “Com a construção do [hospital] Albert Einstein (1971) e do Palácio dos Bandeirantes (1955) surgiram muitas oportunidades por ali na construção civil”, diz o coordenador do documentário.

Imagem mostra fotos aéreas entre 1948 e 2000: antes, mato e área verde, depois, milhares de casas
Imagens aéreas mostram a evolução da ocupação de Paraisópolis Prefeitura de São Paulo/Divulgação

A favela de Paraisópolis ganha mais força nos anos 90 quando recebe moradores de outras comunidades que foram extintas pela prefeitura de São Paulo na época. “São 100 anos de resistência também. Até o final dos anos 70 existia uma tentativa de remoção da comunidade, mas os moradores se mobilizaram diversas vezes para evitar isso. Tem gente que mora aqui há 60, 70 anos e uma grande parcela da comunidade não está regularizada, as pessoas não têm as escrituras”, afirma Joildo.

Atualmente, o bairro conta com mais de 12 000 pontos de comércio, 2 000 vielas e cerca de 100 000 habitantes.

FESTIVIDADES

Nesta quinta, a cerimônia oficial dos 100 anos de Paraisópolis conta com a Orquestra Filarmônica de Paraisópolis no Pavilhão Social do G10 das Favelas, na Rua Itamotinga, 100, às 10h.

Na sequência, às 11h, ocorre a inauguração do projeto Favelas do Brincar, que inaugura um espaço para atividades lúdicas no pavilhão. A ação é do Movimento Unidos pelo Brincar, que tem financiamento da Fundação Lego.

 As comemorações seguem na sexta (17), com apresentações culturais às 9h. No sábado (18) ocorre o passeio guiado Paraisópolis das Artes, que sai do Pavilhão às 9h. Às 12h ocorre a Feijoada das Marias, com samba na Rua Ernest Renan, 1366.

Já o domingo (19) reserva o lançamento da iniciativa Feiro Agro-Favela, com oficinas de plantio de hortaliças, das 9h às 17h, também no Pavilhão.

Calendário completo da programação da Semana de Paraisópolis:

Quinta-feira (16/09) – data oficial do aniversário

10h – Cerimônia oficial da celebração dos 100 anos de Paraisópolis
Abertura oficial da 13ª Semana de Paraisópolis com celebração do aniversário da comunidade, com a Orquestra Filarmônica de Paraisópolis (Maestro Paulo Rydlewski). O evento contará com a participação de figuras do poder público, lideranças comunitárias, moradores e celebridades. Como nos anos anteriores, haverá o tradicional “Parabéns” com direito ao bolo feito pelas mulheres do projeto Mãos de Maria.

11h – Inauguração do projeto Favelas do Brincar

Espaço de recreação para crianças da comunidade. A iniciativa é um presente para Paraisópolis com objetivo de oferecer atividades promovendo a primeira infância.

11h – Palestra com o cabeleireiro Rodrigo Cintra (Emprega Comunidade e Escola Belezinha)

Palestra motivacional sobre beleza e empoderamento feminino.

16h – Inauguração da exposição “Memórias – Reflexos do Inevitável”, em parceria com o Através do Vidro.

18h – Apresentação Trovadores Urbanos
Projeto Abra Sua Janela para SP, dos seresteiros Trovadores Urbanos, com uma linda serenata para moradores da Rua Itamotinga, próximo ao Pavilhão Social G10 Favelas.

Sexta-feira (17/09)

09h – Abertura: Apresentação Cultural – Reisado da cidade de Boa Hora (PI)

09h – Lançamento entregas áreas Favela Brasil Xpress e Total Express
Anúncio oficial da parceria entre Favela Brasil Xpress e Total Express, que realizará transporte aéreo de produtos
e doações para todo o Brasil.

14h às 16h – 2º Encontro de Brigadistas de Paraisópolis

Continua após a publicidade

Reunião dos brigadistas formados para atendimento em primeiros socorros pelo G10 Favelas. Também será realizado o lançamento de abertura de novas inscrições

Sábado (18/09)

09h – Roteiro turístico – Paraisópolis das Artes
Passeio guiado aos principais pontos da comunidade: Castelo de Pedra, Ateliê do Berbela, Associação de Moradores, projetos sociais, entre outros.

12h – Feijoada das Marias, com samba
Local: Bistrô Mãos de Maria (na laje da União dos Moradores e do Comércio de Paraisópolis)
Endereço: Rua Ernest Renan, 1.366

Domingo (19/09)

9h às 17h – Lançamento Feira Agro-Favela
Evento contará com oficinas de plantio de hortaliças, bancas com a venda produtos da horta e o lançamento do
e-book “Comida Saudável”.

10h30 – Exposição “Conheça as nossas histórias” (abertura oficial)
Exposição realizada pela AMP (Associação das Mulheres de Paraisópolis), que conta a história de dez figuras
femininas de Paraisópolis.
Segunda-feira (20/09)

09h – Lançamento da Galáxia Academia de Revendedoras
Encontro de revenderas e concessão de microcrédito do G10 Bank. Cada empreendedora receberá o crédito de
R$ 1.500,00 oferecido pelo G10 Bank.

13h – Microcrédito G10 Bank
Abertura para que moradores e empreendedores possam solicitar crédito ao banco.

15h- Desfile Empodera com as mulheres da AMP (Associação de Mulheres de Paraisópolis), em parceria com a
Costurando Sonhos Brasil
Cerca de 40 mulheres receberão um dia de beleza e passarão por uma transformação no visual, para o desfile.

*Exposição Sapatos Cinderela (abertura oficial)
Exposição de sapatos gigantes da campanha de divulgação do filme Cinderela, assinados por grafiteiros e
estilistas, em parceria com os projetos Costurando Sonhos e Academia de Revendedoras. Os sapatos serão
leiloados e o valor arrecadado será revertido para projetos sociais de Paraisópolis.

Terça-feira (21/09)

09h às 17h – Feira de Empreendedorismo e Empregabilidade
Feirão de oferta de empregos, com recrutamento e seleção de profissionais para vagas pelo “LinkedIn da Favela”, Emprega Comunidades. A feira acontece em parceria com o Sebrae a rede Magalu, a Gerdau, a Faculdade Anhanguera, a LanUp, a Low Card, o Senai, o Senac, a Prefeitura de São Paulo e o Governo do Estado. Serão realizados workshops, talk show e palestras. A expectativa é receber cerca de 700 pessoas no dia, mantendo todas as medidas necessárias para prevenção da Covid-19.

Quarta-feira (22/09)

09h às 10h30 – Parada Esportiva coordenada pelo Instituto Esporte na Favela, em parceria com AMP (Associação das Mulheres de Paraisópolis)
Aulão de defesa pessoal para mulheres, em parceria com a Academia Bravus e Academia do Karomba. Ao longo do dia serão realizadas diversas atividades com projetos esportivos de Paraisópolis.

Quinta-feira (23/09)

09h – Lançamento do Marketplace Brasileiríssimo
12h – Exposição Memórias de Paraisópolis (abertura oficial)
Exposição fotográfica organizada pela agência Cria Brasil, que conta a história da comunidade, através de uma
série de imagens cedidas por moradores.

Sexta-feira (24/09)

09h – Lançamento Programa Cores da Favela
Programa de revitalização de fachadas das casas de Paraisópolis, em parceria com o projeto Assessora e
Revitaliza. Cerca de 50 casas passarão por reformas das fachadas e pintura, de forma gratuita.

09h – Encontro de Comunicadores das Favelas
Evento organizado pela Agência Cria Brasil, o evento será dividido em três painéis com a participação de
jornalistas da periferia e da grande mídia. O encontro irá promover debates sobre a construção das narrativas,
dentro e fora da favela.

Sábado (25/09)

9h às 16h- Mutirão de Renegociação da Enel

19h – Encerramento da semana comemorativa, com a Live Favela Music

  • Continua após a publicidade
    Publicidade