Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Pânico na Jovem Pan causa revolta após constranger Mario Jr, do TikTok

Indignados com a atitude de Emilio Surita, Felipe Neto e outros artistas prestaram apoio ao TikToker

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 20 jul 2020, 19h14 - Publicado em 19 jul 2020, 12h12

Mario Jr, conhecido como “galã do TikTok”, foi convidado para participar do programa Pânico na Jovem Pan no último sábado (18) e gerou revolta no Twitter por conta da postura de Emilio Surita e de outros apresentadores. Os internautas afirmaram que Mario foi humilhado e constrangido em diversos momentos da conversa.

As mensagems de autoestima são famosas no perfil do TikToker, mas o conteúdo virou tema para comentários debochados e piadas para os participantes do programa de rádio. Eles o aconselharam a “estudar” e não apenas “ficar no TikTok”.

Mario, que tem 2 milhões de seguidores na plataforma de vídeo, virou um dos temas mais comentados no Twitter por conta da indignação dos usuários com os comentários maldosos. Outros influenciadores, como Felipe Neto e Lucas Rangel, que já passaram por situações semelhantes, prestaram apoio ao influenciador.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade