Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Oito jardins para visitar no Dia dos Namorados

Para uma comemoração romântica mais tranquila, que tal um passeio por esses espaços com árvores e flores?

Por Catherine Barros Atualizado em 7 jun 2017, 19h47 - Publicado em 7 jun 2017, 19h40

Quem ainda não decidiu o que fazer para comemorar o Dia dos Namorados pode programar um passeio romântico e baratinho para o fim de semana. Selecionamos oito jardins de grandes museus da capital que são perfeitos para um passeio a dois. Confira:

Casa das Rosas
Um dos únicos casarões conservados na Avenida Paulista, a Casa das Rosas abriga exposições, oficinas e cursos. Além disso, há um lindo jardim com rosas para apreciar uma vista diferente da avenida.

Catavento Cultural e Educacional
O museu é sensação nos roteiros infantis, com diferentes salas e tecnologias, mas para os casais a atividade é outra. Há um borboletário com diferentes espécies do inseto e vinte tipos de plantas.

Palácio das Indústrias, onde hoje fica o Museu Catavento (Foto: Marcelo Negromonte) Marcelo Negromonte/Veja SP

Museu da Imigração
Além de conhecer um pedaço do passado da nossa cidade, o museu também possui um enorme jardim com bancos e chafariz, bem perto da linha de trem da Bresser.

 

Museu da Imigração 2
Museu da Imigração: cultura e calmaria a dois Lucas Lima/Veja SP
Continua após a publicidade

Pinacoteca de São Paulo
A Pinacoteca já é linda, mas na frente há um espaço verde com chafariz e bancos para apreciar a vista.

Museu da Casa Brasileira
Com mais de 6000 metros quadrados, o jardim com gramado acaba fazendo os visitantes esquecerem da movimentação da Avenida Brigadeiro Faria Lima, logo ao lado.

Música no Museu - Museu da Casa Brasileira
Música no Museu – Museu da Casa Brasileira Divulgação/Veja SP

Museu de Arte Sacra
Possui um jardim interno que poucas pessoas conhecem.  Aproveite a ótima pedida para conhecer outros museus próximos: Pinacoteca, Estação Pinacoteca e Memorial da Resistência.

Jardim Botânico
O espaço se diferencia por ser “particular”: há uma taxa de 10 reais para entrar. Porém, o dinheiro é revertido em silêncio e calmaria, não sendo permitido a entrada de bolas, skate e bicicleta, entre outros itens que podem gerar barulho excessivo.

Jardim Botânico: vegetação remanescente da Mata Atlântica (Foto: Divulgação) Divulgação/Veja SP

Centro Cultural São Paulo
O CCSP é mais movimentado que os outros museus, sendo muito frequentado por jovens. Mas, há quem desconheça que na parte superior existe um jardim com vista para a Avenida 23 de Maio. O lugar não é totalmente calmo, mas para quem ama São Paulo, a vista é linda. <3

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês