Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

O que fazer hoje para salvar o amanhã, com André Carvalhal

O autor do livro 'Como Salvar o Futuro' fala do poder da colaboração, da terapia e dos sonhos sonhados coletivamente

Por Helena Galante Atualizado em 8 jul 2021, 16h06 - Publicado em 12 jul 2021, 00h44

Você tem a percepção que estamos vivendo tempos difíceis, beeem difíceis? André Carvalhal convidado de Helena Galante para o episódio #109 do podcast Jornada da Calma, olha de frente para os grandes problemas que enfrentamos como sociedade: “É desafiador especialmente pra quem tem noção do que esta acontecendo no mundo”, ele fala. Autor do livro Como Salvar o Futuro, lançado pelo selo Paralela, do Grupo Companhia das Letras, ele compartilha o que podemos fazer hoje para evitar um colapso do amanhã: “A colaboração é o único caminho que a gente tem hoje.” Esqueça, porém, qualquer visão romântica da colaboração: “A gente acha que vai se juntar com pessoas iguais a gente, vai por afinidade, gosto, identificação. Mas colaborar também é com alguém que pensa completamente diferente da gente, que temos como nosso inimigo”. 

No processo de transformação, que começa em cada um de nós, André exalta a importância da terapia. “Sim, o trabalho começa na gente, no autoconhecimento, na calma. Mas sozinho a gente não faz nada, a gente não vai salvar o mundo sozinho, a gente precisa do outro.” Comprometido em treinar essa postura colaborativa no dia a dia, ele conta como lida com a impermanência e os planos, que sempre teimam em mudar: “Acho super importante sonhar, eu sonho. Em janeiro do ano passado, pedi demissão do emprego que eu estava. Fiz planos, veio a pandemia. Os planos mudaram, mas meu sonho, não.”

Publicidade