Clique e assine por apenas 6,90/mês

Mundial de Futebol de Rua chega a São Paulo

No lugar dos grandes astros estão jovens de bairros carentes de dezenove países, como Estados Unidos, Alemanha e Chile

Por Mauricio Xavier [Com reportagem de Caroline Santos, Laura Ming, Raphael Martins e Tatiana Babadoboulos] - Atualizado em 5 dez 2016, 14h19 - Publicado em 4 jul 2014, 23h00

Em meio à Copa, outro torneio chega a SãoPaulo, o Mundial de Futebol de Rua. No lugar dos grandes astros estão jovens de bairros carentes de dezenove países, como Estados Unidos, Alemanha e Chile. A modalidade será o fútbol callejero, criado pelo ex-jogador argentino Fabián Ferraro para pregar a colaboração, e não a rivalidade.

 

As equipes são mistas, e as partidas têm três tempos. No primeiro, os próprios atletas definem as regras. No segundo há o jogo e, no último, um debate para definir o vencedor. Além dos gols, a cordialidade vale pontos. A capital terá duas equipes, formadas por “convocados” em sete projetos sociais. Os confrontos começam na segunda (7), no Largo da Batata, em Pinheiros. A final será na Avenida Ipiranga, no sábado (12).

Publicidade