Clique e assine por apenas 6,90/mês

Concerto revela a arte de músicos patrocinados pelo Mozarteum Brasileiro

Evento intitulado Noite das Estrelas acontece na Sala São Paulo na segunda (8)

Por Henrique Nascimento - Atualizado em 5 out 2018, 11h32 - Publicado em 5 out 2018, 06h00

“É importante perceber que dá para alcançar uma produção de alto nível”, comemora Eduardo Frigatti, compositor precoce que estreia sua primeira peça, Aquarela Trancoso, no concerto Noite das Estrelas, na Sala São Paulo, na segunda (8). Filho de uma musicista, focou sua aprendizagem na criação e, em 2015, ganhou uma bolsa para estudar com Krzysztof Penderecki, o mais renomado compositor erudito vivo da Polônia. Ele estará ao lado de outros jovens talentos, entre músicos e cantores.

A conquista de Frigatti e seus colegas foi possível, em parte, por iniciativa do Mozarteum Brasileiro, que divulga a música clássica no país desde 1981. “Não era algo tão planejado, mas tivemos ajuda e tudo se desenvolveu naturalmente”, diz Sabine Lovatelli, uma das fundadoras da instituição, que traz regularmente à cidade orquestras e músicos eruditos de destaque internacional.

O compositor Frigatti Elias Gomes/Veja SP

Há pouco mais de quinze anos o Mozarteum investe na educação, e já ofereceu mais de 150 bolsas de estudo na Europa. “Essa experiência supre a necessidade do músico que terminou sua formação mas não tem onde se aprimorar”, explica o maestro Carlos Moreno, responsável pela Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro, composta de 66 instrumentistas selecionados a cada ano e que serão incumbidos de tirar a obra de Frigatti do papel.

Também sobem ao palco outros onze artistas apoiados pelo Mozarteum, entre eles a violista Geisa Santos. Além das atividades na capital paulista, a instituição mantém uma academia para vozes líricas na Bahia, a Canto em Trancoso. “Em 2015, pude participar da turma inicial e já fui um dos primeiros bolsistas premiados”, conta o sopranista Bruno de Sá, que interpreta o Romeu na ópera Os Capuletos e os Montecchio. A experiência lhe rendeu temporadas de estudo na Alemanha e na Suíça.

Continua após a publicidade
Publicidade