Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Jornalista Marcelo Bittencourt, da Rádio USP, morre vítima de Covid-19.

Jornalista, de 68 anos, ganhou duas vezes o Prêmio Jabuti

Por Tatiane de Assis Atualizado em 2 Maio 2020, 14h29 - Publicado em 2 Maio 2020, 14h28

O jornalista Marcelo Bittencourt, de 68 anos, morreu em decorrência do Covid-19. Seu falecimento foi anunciado na última sexta, dia 30 de abril. Ele produzia atualmente na Rádio USP o programa Biblioteca Sonora, em que entrevistava autores e abordava lançamento de livros.

Bittencourt atuou na Rádio USP por 35 anos, ele também foi diretor do veículo. Mestre em Jornalismo pela Escola de Comunicações e Artes (ECA/USP) e formado em sociologia, ganhou duas vezes o Prêmio Jabuti, na septuagésima primeira e segunda edições pela contribuições ao meio literário.

“Quando ia entrevistar um escritor, ele lia o livro e incorporava os personagens, de modo que surpreendia até o próprio autor. Ele não fazia perguntas simples, mas abordava questões profundas, o que também surpreendia o entrevistado”, afirma o radialista Dagoberto Alves, supervisor da Rádio USP, colega de Bittencourt.

Seguindo a recomendação de evitar aglomerações, Bittencourt foi enterrado ontem (1º), sem velório, no cemitério Getsêmani, em São Paulo.

(Com informações do Jornal da Usp)

  • Continua após a publicidade
    Publicidade