“Faço parte de uma geração de mulheres da pesada”, diz Laura Cardoso

Na edição dos Mais Amados de VEJA SÃO PAULO, a atriz pioneira fala sobre sua carreira

Laura Cardoso ainda se lembra bem dos olhares atravessados dos vizinhos quando, aos 16 anos, lá por 1943, desfilava de calças compridas pelas ruas do Bixiga, o bairro onde nasceu e foi criada. “Eu não queria enfrentar nem tampouco chocar ninguém, só achava mais confortável me vestir assim”, conta.

Essa é apenas uma das tantas atitudes pioneiras que essa adorável paulistana, atriz emblemática da televisão, do teatro e do cinema nacional, ostenta em seus 91 anos de vida e 76 de carreira. “Tudo parece fácil para as meninas de hoje e, por isso, não valorizam as conquistas. Queria que vivessem em um tempo em que ser artista era o mesmo que ser prostituta”, afirma ela, que deu os primeiros passos na Rádio Cosmos, na década de 40, e logo se transferiu para a Tupi, uma das principais emissoras da época.

Precursora também no vídeo, Laura estrelou teleteatros, seriados — muitos deles, ao vivo — e telenovelas no canal e só cedeu aos convites da Globo para trabalhar no Rio de Janeiro em 1981, depois da falência da Tupi e da morte do marido, o ator e roteirista Fernando Baleroni. “Faço parte de uma geração de mulheres da pesada, que derrubou muitas barreiras, mas sempre valorizei meu casamento e minha família”, declara Laura, que mora no bairro de Perdizes, no mesmo prédio em que vivem as filhas Fátima e Fernanda.

Hoje, com pelo menos cinquenta novelas, trinta filmes e quinze peças no currículo, ainda se envaidece com olhares surpresos em sua direção. “Sei que meu público se espanta ao perceber que dou conta de tantas atividades”, declara a intérprete, que até três anos atrás ainda enfrentava sozinha a ponte aérea no Aeroporto de Congonhas para os compromissos no Rio. “É sinal de que continuo pioneira e posso ser exemplo para pessoas da minha idade, então eu quero mais é trabalhar”, completa a empolgada Laura, que deve voltar ao ar no segundo semestre em uma participação especial na novela A Dona do Pedaço, de Walcyr Carrasco, com estreia prevista para o próximo dia 20.

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 8 de maio de 2019, edição nº 2633.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s