Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Lucas Mendes desmente Janaina Paschoal sobre fim de Manhattan Connection

A deputada estadual disse que o programa foi encerrado após sua participação, que teve críticas ao governo estadual; emissora e fundador negam

Por Redação VEJA São Paulo 27 set 2021, 12h00

A TV Cultura anunciou a saída do programa Manhattan Connection de sua programação na última sexta-feira (24). No dia seguinte, a deputada estadual Janaina Paschoal (PSL) foi às redes sociais criticar o fim da atração, afirmando que o “verdadeiro” motivo é político.

“Podem dar a desculpa que quiserem! Mas a verdade é que vão encerrar o Manhatann Connection, porque eu critiquei o Governador e os jornalistas, corretamente, não editaram o programa! Minha solidariedade a toda a equipe! Analisem bem quem ameaça a Democracia no Brasil! Absurdo!”, escreveu em seu Twitter.

A acusação de Janaina decorre da forma de funcionamento da TV Cultura. Ela é mantida pela Fundação Padre Anchieta, que tem mais da metade de seus recursos financiados pelo governo estadual de São Paulo.

Em entrevista ao F5, o âncora e cofundador do Manhattan Connection, Lucas Mendes, discordou da versão da deputada. “A audiência gostou da Janaina, mas não tem nenhum fundamento culpar o governador. Nada a ver com ele, acho que antes ele ajudou e se dependesse dele ajudaria agora”.

Mendes reitera que a retirada do programa da grade se deve a divergências financeiras. O problema seria com a produtora Blend. “O programa corria bem, faltava acertar com a Blend, que apresentou um número que não se referia só a nós, da bancada. Eu não estava presente na reunião, não sabemos qual é o contrato da Blend com a Cultura, qual é o tamanho da dívida. A nossa é pequena”.

Por meio de nota, a TV Cultura informou que, em relação ao fim do Manhattan Connection, “as tratativas para o encerramento do contrato, de comum acordo com a Blend Negócios Divulgação e Editoração Ltda., empresa responsável pela produção e licenciamento dos direitos do Manhattan Connection, foram anteriores à data de gravação e exibição da última edição do programa”.

Além disso, a emissora reitera que as declarações de Janaina Paschoal são “absolutamente infundadas”. O trecho em que ela crítica a gestão estadual segue disponível do Youtube da TV Cultura, além do próprio programa que participa na íntegra.

Assine a Vejinha a partir de 8,90.

Continua após a publicidade
Publicidade