Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

História do São Paulo Futebol Clube ganha vida nas páginas de uma HQ

Encadernado vai rememorar os principais momentos da trajetória do time, que completou 90 anos no início de 2020

Por Guilherme Queiroz Atualizado em 5 jun 2020, 12h38 - Publicado em 29 Maio 2020, 06h00

O São Paulo Futebol Clube terá momentos marcantes de sua linha do tempo ilustrados em uma história em quadrinhos. Rafael Spaca é o escritor da HQ Dentre os Grandes, És o Primeiro. Ele mergulhou por cinco meses na história do time para escrever o roteiro e apresentou o projeto ao clube, que abraçou a iniciativa. A obra, que teve a checagem do historiador Michael Serra, do SPFC, começa na fundação do clube, nos anos 1930, e segue até 2020. Os quadrinhos contam com uma mascote: o narrador São Paulo, que acompanha o leitor ao longo da jornada. O livro sairá pela editora Avec em outubro, e o valor de venda, em livrarias físicas e on-line, ainda não foi definido.

Renato Dalmaso, o ilustrador, optou pelo realismo baseado em imagens de arquivo e uma pintura com técnicas de aquarela. “Faço tudo a mão. Entrego cinco páginas a cada doze dias, é demorado. Eu pinto um pouco e espero algumas horas para secar e continuar outra camada”, explica sobre o trabalho. “Possivelmente terá um selo na HQ relembrando a efeméride (aniversário de 90 anos do clube)”, diz Spaca.

Nas ilustrações: união do Clube Atlético Paulistano e o Independente Esporte Clube, que deu origem ao uniforme do SPFC. Ilustrações de Renato Dalmaso/Veja SP

Na obra, o escritor afirma que o destaque não fica apenas para momentos como o gol de falta de Raí contra o Barcelona na conquista do Mundial Interclubes de 1992. “Retratamos o episódio em que Getúlio Vargas foi ao Pacaembu depois da Revolução de 1932”, conta. Em 1940, Vargas compareceu à inauguração do estádio da Zona Oeste paulistana e foi recebido por uma multidão gritando “São Paulo”. Os jornais da época interpretaram a mensagem do público como um apoio ao clube homônimo, e não uma manifestação contra a repressão varguista aos símbolos paulistas.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90

Episódios de dificuldade também passam pelas ilustrações, como na época da construção do Estádio do Morumbi, nos anos 1950 e 1960, acompanhada de uma “seca” de títulos.

História tricolor: presidente Getúlio Vargas no Pacaembu depois da Revolução de 1932 nas páginas da HQ Ilustrações de Renato Dalmaso/Veja SP

Além do futebol, estão presentes outros esportes, como o boxe e o atletismo. “Falamos sobre o Adhemar Ferreira da Silva, atleta do São Paulo, que colocou duas estrelas amarelas no escudo do clube com as medalhas de ouro nas Olimpíadas de 1952 e 1956.” Não fica de fora também o atleta Éder Jofre, um dos maiores pugilistas brasileiros, que atuou pelo clube paulistano.

“Tanto um adulto quanto uma criança vão entender a história. É para o são-paulino, mas também para quem gosta de futebol no sentido mais amplo”, diz Spaca.

Futebol e mais: jogo entre São Paulo e Santos de Pelé, em 1963, e luta de Éder Jofre Ilustrações de Renato Dalmaso/Veja SP

“Estamos com cinquenta páginas finalizadas. Terá capa dura e provavelmente o tamanho próximo ao de uma folha A4”, comenta Dalmaso. “O lançamento será em outubro, no Estádio do Morumbi”, conta Spaca. Para acompanhar as novidades do lançamento da obra, basta seguir o perfil do Instagram @hqspfc.

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 3 de junho de 2020, edição nº 2689.

Continua após a publicidade
Publicidade