Clique e assine por apenas 6,90/mês

Felipe Neto fala sobre ataques no Jornal Nacional

"Nível de perseguição que não imaginei", disse

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 31 jul 2020, 12h04 - Publicado em 31 jul 2020, 12h03

Felipe Neto deu uma entrevista ao Jornal Nacional na última quinta-feira (30) sobre acusações falsas e de ameaças nas redes sociais desde que começou a fazer críticas ao presidente Jair Bolsonaro.

O influencer comentou sobre um ataque que recebeu em frente ao seu apartamento no Rio de Janeiro na terça-feira (29), quando um grupo parou um carro de som na entrada do condomínio onde ele mora e bradou mensagens de ódio. Um dos homens do grupo se identifica nas redes sociais como “Cavallieri, o guerreiro de Bolsonaro”.

“Virem atrás de mim, dentro da minha casa, é um nível de perseguição que eu não imaginei que aconteceria. Sabe aquele vilão de novela, que você fala assim: não existe na vida real? Mas existe. Ele está aí, ele acontece. E eu estou vendo agora na prática até onde as pessoas são capazes de ir”, afirmou Felipe.

Nos últimos anos, Neto passou comentar sobre política, com críticas frequentes ao PT durante o governo de Dilma Rousseff. No governo atual, também tem criticado duramente o presidente Bolsonaro. Nas últimas semanas, perfis em redes sociais, principalmente no Twitter, fazem montagens com publicações falsas para associar o youtuber a mensagens pedófilas.

Continua após a publicidade
Tuiíte falso investigado pela Agência Lupa
Tuiíte falso investigado pela Agência Lupa

“Não minta. Não tente atacar com ódio, raiva e vontade de arruinar a vida da pessoa. O que está acontecendo comigo hoje pode acontecer com sua família. Tenha responsabilidade usando as redes sociais. As pessoas manipulam justamente as que fazem o encaminhamento. Não seja manipulado por essa orquestra”, disse ele ao programa.

Felipe Neto é um dos maiores influenciadores digitais do país, com 63 milhões de seguidores nas redes sociais.

O New York Times, principal jornal dos Estados Unidos e um dos mais influentes do mundo, publicou na quarta-feira (15) um vídeo de Felipe dizendo que Jair Bolsonaro é o pior presidente do mundo no tratamento contra o coronavírus.

Publicidade