Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Decifrar os sinais, com Nickson Gabriel

O psicanalista especializado em jogos de autoconhecimento fala do tabuleiro indiano Maha Lilah e do aprendizado de ouvir o coração

Por Helena Galante Atualizado em 19 jul 2021, 17h06 - Publicado em 19 jul 2021, 00h10

“É por aqui.” Você também gostaria que cada fase da vida viesse com placas indicativas do melhor caminho a seguir – de preferência em letras bem grandes, para a gente não se confundir? E se esses sinais já estiverem disponíveis, só que a gente desaprendeu a decifrar? Essa é a provocação que o psicanalista Nickson Gabriel, convidado de Helena Galante para o episódio #110 do podcast Jornada da Calma, traz. Da adolescência apaixonada por jogos de RPG ao contato transformador com o jogo indiano Maha Lilah, ele construiu uma visão lúdica da vida: “A vida é um jogo. Mesmo. A gente passa de fase, tem desafios, colhe tesouros no caminho”, fala Nickson.

Tomar consciência desse fato é fundamental, assim como acessar quais são as dores que sentimos durante esse processo e quais oportunidades cada cena nos apresenta. “A vida o tempo todo nos provoca, nos exige. Se a gente entende que isso é parte do processo e que a vida também está a serviço dessa transformação profunda, daí joga o jogo de verdade.” Para compreender os sinais de cada momento, porém, é preciso abrir o coração: “O mestre do jogo é teu próprio coração a mente consciente não compreende a linguagem da alma. O desafio é compreender essa direção que está pulsando na vida.”

 

Continua após a publicidade
Publicidade