Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

SP inicia contagem regressiva para inauguração do Museu do Ipiranga

Com investimento de 210 milhões de reais, show virtual de João Bosco iniciará temporizador para abertura do endereço

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 31 ago 2021, 12h12 - Publicado em 31 ago 2021, 12h10

O governador João Doria anunciou na manhã desta terça-feira (30) que será instalado um totem com um relógio com uma contagem regressiva no Museu do Ipiranga, que deve ser inaugurado em 2022. Um show será transmitido no dia 7 de setembro deste ano para o início da contagem.

A previsão é que a atração, fechada há quase uma década, seja aberta em 7 de setembro de 2022, como antecipou a Vejinha em uma reportagem de capa em junho deste ano. A data marca também o bicentenário da independência do Brasil.

O investimento total nas obras é na casa dos 210 milhões de reais. Segundo Doria, 90% do valor foi proveniente da iniciativa privada. “Atingimos 70% da obra de restauro e ampliação do edifício monumento. Até 31 de março teremos a conclusão da obra de restauro e ampliação”, disse o secretário estadual da Cultura, Sérgio Sá Leitão.

Outro ponto é a reforma do Jardim Francês, localizado em frente ao Ipiranga, que entra em obras em 8 de setembro e será concluído até 31 de agosto de 2022, de acordo com Leitão. Parte das mudanças e promessa é também a despoluição do Córrego do Ipiranga, que, segundo o presidente da Sabesp, Benedito Braga, “já está despoluído” no trecho que passa pelo Museu. O projeto prevê a restauração de toda a área, além da construção de um restaurante de 270 metros quadrados.

No dia 7 de setembro as redes sociais do Museu do Ipiranga transmitem um show em homenagem a Aldir Blanc gravado por João Bosco e Mart’nália, às 19h. O show foi gravado no Edifício Monumento, o principal do Museu. A transmissão vai inaugurar o início da contagem regressiva para a abertura do local.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade