Como aproveitar São Paulo em janeiro

Reestreias no teatro, novidades de comidinhas e um grande show para começar 2019 com o pé direito

TEATRO

Cinco peças da temporada passada voltam à cena com ingressos para todos os tipos de bolsos. Entre elas está Annie, O Musical, que tem Ingrid Guimarães e Miguel Falabella, também diretor, à frente do elenco da superprodução que enfoca uma pequena órfã capaz de sensibilizar um ricaço muito ranzinza. Já Megera Domada retorna ao cartaz no Espaço Parlapatões.

  • Annie, O Musical. Teatro Santander. Quinta e Sexta, 21h; sábado, 16h30 e 21h; domingo, 15h e 19h. R$ 75,00 a R$ 310,00. Até o dia 27. A partir de quinta (10).
  • Megera Domada. Espaço Parlapatões. Sexta e sábado, 21h. R$ 40,00. Até 16 de fevereiro. A partir de sexta (11).

CINEMA

Não há atriz de sua geração mais injustiçada na história do Oscar do que Glenn Close. Três vezes indicada ao prêmio de melhor atriz e três ao de coadjuvante a estrela, de 71 anos, jamais ganhou a estatueta dourada. Mas ela deve ter outra chance neste ano, pelo seu desempenho irrepreensível em A Esposa, num roteiro que desfia uma história de ressentimentos, mentiras e traições.

  • Direção: Björn Runge (The Wife, EUA/Inglaterra/Suécia, 2017, 100min). 12 anos.

COMIDINHAS

O Kebab Salonu e a Esfiharia do Kebab Salonu ganharam um vizinho. É o Islak Burgers e Bebidas, tocado pelo mesmo grupo. O que dá o toque autoral ao cardápio são temperos do Oriente, muito bem dosados pelo chef Fred Caffarena. Na casa, o hambúrguer é chamado de islak, nomenclatura usada em referência aos sandubas vendidos nas ruas de Istambul. Aqui, eles levam um disco de 90 gramas de carne que, após ser prensado na chapa, descansa alguns segundos em molho de tomate (com picles de maxixe, queijo tipo caccio cavalo tostado e cebola-roxa; R$ 24,00) ou de queijo Tulha (foto; com ovo frito, bacon bovino e cebola-roxa; R$ 24,00).

  • Rua Heitor Penteado, 699, Sumarezinho. 12h/23h (sex. e sáb. até 0h; fecha seg.). Aberto em 2018.

SHOWS

Não se deixe enganar pelo fato de Elza Soares precisar ser acompanhada até a poltrona, de onde canta por quase duas horas. A artista faz uma apresentação muito vigorosa, repleta de mensagens de resistência. Deus É Mulher enaltece a força e a união femininas e ainda fala de crenças e racismo. A apresentação rola nesta sexta, no Teatro J. Safra.

  • Teatro J. Safra. Rua Josef Kryss, 318, Barra Funda. Sexta (11), 21h30. R$ 120,00 a R$ 260,00.
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s