Continua após publicidade

Cineclubes paulistanos apresentam programação alternativa e gratuita

Em tempos de Netflix, salas com superpoltronas e blockbusters, eles permanecem com clima caseiro

Por Mauricio Xavier [com reportagem de Camila Pusiol]
Atualizado em 12 abr 2019, 06h00 - Publicado em 12 abr 2019, 06h00

Grupo Cinema Paradiso

Aqui não há sessões conjuntas. A cada quinze dias, desde 1995, os membros escolhem um filme em cartaz, assistem a ele no horário de preferência e depois se reúnem para debatê-lo. Os encontros ocorrem aos domingos, em um endereço no Bosque da Saúde, divulgado apenas para os participantes. grupocinemaparadisosp@gmail.com.

Marieta: programação inclui mostras de animação, cinema contemporâneo nacional e filmes de diretores famosos (Divulgação/Divulgação)

Marieta

Inaugurado em 2016 como parte do centro cultural homônimo, funciona em uma sala de 40 metros quadrados com capacidade para abrigar até trinta pessoas. A programação inclui mostras de animação, cinema contemporâneo nacional e filmes de diretores como Jane Campion, Chantal Akerman e Xavier Dolan. As sessões ocorrem às terças-feiras e são finalizadas com uma roda de conversa. Rua Dona Maria Paula, 96, apartamento 2, centro. contato@projetomarieta.com.br.

Continua após a publicidade
Socioambiental Crisantempo: exibe principalmente documentários sobre sustentabilidade e outros aspectos da relação do ser humano com o planeta (Divulgação/Divulgação)

Socioambiental Crisantempo

Espaço criado em 2008 para a difusão da consciência ambiental, exibe principalmente documentários sobre sustentabilidade e outros aspectos da relação do ser humano com o planeta. Após a sessão de cada filme, há geralmente uma conversa entre os diretores e os demais convidados. O local ainda oferece atividades paralelas como palestras, apresentações musicais e feiras de trocas. Rua Fidalga, 521, Vila Madalena. producao@ cineclubesocioambiental.org.br.

Tapera Taperá: localizado na badalada Galeria Metrópole (Divulgação/Divulgação)

Tapera Taperá

Localizado na badalada Galeria Metrópole, o espaço cultural, criado em 2016, já rodou películas de grandes referências do cinema mundial, como Akira Kurosawa, Federico Fellini, Vittorio De Sica e Frank Capra, e de brasileiros consagrados, entre eles Joaquim Pedro de Andrade e Sílvio Tendler. Longas de cinema independente também têm chance ali. Neste ano, o centro vai exibir produções como São Bernardo, de Leon Hirszman, e Terra dos Índios, de Zelito Viana. Galeria Metrópole. Avenida São Luís, 187, loja 29, 2º andar, centro. info@taperatapera.com.br.

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 17 de abril de 2019, edição nº 2630.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.