Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Os estilos arquitetônicos do Centro Cultural Banco do Brasil

Prédio é um dos mais bonitos do centro da capital

Por Vinicius Tamamoto 21 jul 2017, 18h41

Repleto de referências a diversos movimentos artísticos, o Centro Cultural Banco do Brasil tem programação intensa, mas também merece ser visitado apenas pelo visual. A instituição, no centro, funciona em uma construção de 1901, reformada em 1927 para ser a sede do banco. Nos anos 90, o local passou por adequação para abrigar o CCBB, mas manteve parte da estrutura antiga, como os balcões dos caixas, que agora funcionam como cafeteria, loja e bilheteria. Confira os estilos arquitetônicos que podem ser apreciados por ali:

Art Déco. No lustre do hall e nas diversas luminárias penduradas pelas paredes

Art Nouveau. No vitral superior e nas curvas e motivos florais das grades de ferro do mezanino e do 1º andar

Eclético. Nos arcos romanos, nas colunas gregas e janelas de outros estilos que se misturam na fachada

Neoclássico. Na fachada simétrica e nos capitéis das colunas ornadas com folhas douradas

  • Continua após a publicidade
    Publicidade