Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Aquário de São Paulo vai administrar parque em São Bernardo por 25 anos

Concessão feita pela prefeitura de São Bernardo do Campo de Parque Cidade da Criança prevê investimentos de R$ 25 milhões

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 27 dez 2021, 11h54 - Publicado em 27 dez 2021, 11h50

A empresa responsável pelo Aquário de São Paulo, a Expoaqua, venceu a concessão para gerir o Parque Cidade da Criança de São Bernardo do Campo por 25 anos.

Ela arrematou o parque por R$ 15 milhões e poderá fazer a exploração do espaço. O contrato prevê que a concessionária invista R$ 25 milhões neste período, segundo informou a Prefeitura de São Bernardo do Campo.

+Casa das Rosas abre inscrição para curso de escritores

Em nota, o prefeito Orlando Morando (PSDB), afirmou que a administração municipal não tem condições de fazer as melhorias que o espaço merece. “A partir de agora, a concessionária tem a segurança jurídica para investir e oferecer melhores condições e atrações a todos”, afirmou o tucano.

O parque

Inaugurado em 1968 e denominado Rubens Freire, o Parque Cidade da Criança é um dos mais tradicionais da região metropolitana de São Paulo. Construído em uma área de 38 mil metros quadrados, ele fica atrás dos antigos e históricos estúdios da Companhia Cinematográfica Vera Cruz.

Continua após a publicidade

Trata-se de um parque de diversões com 35 brinquedos que, segundo seus administradores, foi o primeiro parque temático da América Latina. Dedicado exclusivamente às crianças, ele conta com atrações tais como xícara maluca, teleférico, carrossel, trem fantasma e montanha russa.

+Campos do Jordão realiza 1º Festival de Verão

Atualmente ele recebe cerca de 300 mil pessoas por ano. A estimativa é que esse número mais do que dobre, chegando a 700 mil a partir da nova gestão.

Montanha russa
O edital prevê que a concessionária faça a revitalização e modernização do parque. Além disso, ficará responsável pela operação e manutenção do espaço.

Para que pudesse participar da licitação, a Expoaqua precisou criar uma SPE (Sociedade de Propósito Específico). Denominada Nova Cidade Parques São Bernardo do Campo, ela tem como administrador Anael Ubirata Cerqueira Fahel, o mesmo responsável pela Expoaqua.

Durante a entrevista coletiva que anunciou a assinatura do contrato, realizada na quinta-feira (23) da semana passada, Fahel afirmou que a primeira nova atração deverá ser uma montanha russa vinda diretamente da Itália.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)