Clique e assine com até 89% de desconto

Ana Maria Braga é alvo de críticas após comentário sobre Dia da Consciência Negra

"Hoje eu fui menos você", escreveu usuário do Twitter, após fala da apresentadora

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 20 nov 2020, 20h53 - Publicado em 20 nov 2020, 20h51

Ana Maria Braga causou polêmica nas redes sociais com um comentário feito no Mais Você desta sexta-feira (20). Durante o encerramento do programa a apresentadora falou sobre o Dia da Consciência Negra.

“A gente não precisa um Dia da Consciência Negra…branca, parda, amarela ou albina. Nós precisamos de 365 dias de consciência humana”, disse Ana, que afirmou que a frase é de um homem chamado Thiago Saraiva e que ela “assina embaixo” do comentário. Confira:

A fala levou a discordâncias nas redes sociais. “Poxa, Ana. Nós precisamos sim de consciência humana, mas ser consciente é ser realista e perceber que assim como ontem no Carrefour, milhares de pessoas negras sofrem todo dia simplesmente pela cor de sua pele”, escreveu um rapaz, que fez referência ao caso de João Alberto Silveira Freitas, que tinha 40 anos de idade e foi espancado até a morte em uma unidade do Carrefour de Porto Alegre, Rio Grande do Sul.

A Ana Maria Braga usando o discurso de consciência humana no programa hoje, foi o cúmulo”, escreveu outra usuária do Twitter. Veja a repercussão:

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade