Clique e assine por apenas 6,90/mês

Agência americana se especializa em organizar viagens para cadeirantes

Sediada na Califórnia, a empresa Wheel The World oferece pacotes de 900 dólares, que incluem equipamento que o turista precisa para acessar locais

Por Redação VEJA São Paulo - 2 Feb 2019, 12h33

Uma empresa americana começou a oferecer roteiros de viagens para turistas que andam de cadeira de rodas.A agência Wheel The World, sediada na Califórnia, criou alternativas de passeios para esse público em países como Peru.

Machu Pichu, por exemplo. Trata-se de um dos destinos mais procurados pelos turistas na América do Sul. Localizada no topo de uma montanha, a mais de 2 000 metros acima do mar, a cidade é de difícil acesso para cadeirantes.

O turista que se interessar pode viajar a Machu Pichu pelo preço inicial de 900 dólares – cerca de 3 600 reais. Os pacotes permitem viagens solitárias ou com acompanhante.

No site da agência está descrito todo o roteiro da viagem. A visita é totalmente guiada, em inglês ou espanhol. No valor do pacote, estão incluídos o preço do transporte adaptado entre os locais e todo o equipamento necessário para o acesso do visitante.

Continua após a publicidade

Em entrevista à emissora americana CNN, um dos fundadores da empresa, Camilo Navarro, afirmou que ser “acessível é ser inclusivo”. “Existem um bilhão de pessoas com deficiências no mundo. Mas não havia uma empresa de viagens dedicada só a essas pessoas”, disse.

Publicidade