Ranking dos sete melhores rodízios de comida japonesa – 2016

A edição inclui endereços com opções diversificadas que são servidas à vontade e a preços fixos

Alguns endereços que oferecem festivais de comida japonesa estão longe de ser baratos. Dos rodízios visitados para a seleção abaixo, o preço pode chegar a R$ 119,90 por pessoa no jantar.

Vale lembrar que esses estabelecimentos, muito apreciados pelo paulistano, não servem a autêntica culinária do Japão. No país asiático, não se encontram, por exemplo, sushis de banana empanados nem outras invencionices do gênero.

Para facilitar sua escolha, VEJA SÃO PAULO montou o ranking abaixo com sete endereços, elencados do 7º ao 1º lugar. Confira.

7°) Kozaka

As opções à la carte são quase sempre desprezadas pela clientela que prefere o rodízio (R$ 53,50 no almoço de segunda a sexta, R$ 62,00 no jantar de segunda a quinta e almoço de sábado e R$ 65,00 no jantar de sexta e sábado). Salmão, atum e tilápia cobrem os bolinhos de arroz na linha unidos para sempre. Há ainda uramaki califórnia de manga e temakis.

6°) SassáSushi

Servido no jantar e nos fins de semana, o rodízio (R$ 82,90) segue o estilo vapt-vupt. Ou seja, tudo feito na pressa e sem capricho, em especial os sushis e o espaguete molenga com camarãozinho, que foi bem melhor no passado. Alguns itens são razoáveis, como o carpaccio de salmão ao molho de maracujá, o guioza e os cogumelos na manteiga.

Dhaigo - Santana Dhaigo: sushis e sashimis são oferecidos por unidade

Dhaigo: sushis e sashimis são oferecidos por unidade (Mario Rodrigues/)

5°) Dhaigo

As opções vão de pedidas melhorzinhas sushis como o atum batido picante à fraca combinação de salmão com cream cheese e camarão. A casa tem a vantagem de fazer os clássicos niguiris de peixes como tainha e robalo, oferecidos por unidade pelas atendentes. No Itaim, o rodízio custa R$ 68,00 no almoço e R$ 81,00 no jantar. Mais em conta, em Santana sai a R$ 59,90 no almoço de terça a sexta e R$ 79,00 nos demais horários.

4°) Hakken

A clientela quase não presta atenção ao cardápio e fica no rodízio (R$ 69,00 às terças e quartas e R$ 74,00 no restante da semana). Vem primeiro à mesa o fraco ceviche, feito de aparas de peixes. Em seguida, aparecem o bom cogumelo shimeji na manteiga mais frituras sequinhas como wonton de abóbora e lula dorée, além de camarão e frango empanados. Os pratos quentes incluem o saboroso salmão mitsuke (cozido no shoyu com gengibre e açúcar). 

aoyama_jairmagri.jpeg Aoyama: rodízio variado por R$ 89,90

Aoyama: rodízio variado por R$ 89,90 (Jair Magri/Divulgação)

3º) Aoyama

Basta se sentar para que comida apareça instantaneamente sobre a mesa. Alguns dos pratos não têm nada de japoneses, caso do tartare de salmão, aliás peixe que aparece o tempo todo. Uma pedida aparentemente sem liga mas que dá certo é o dyos de salmão com abacaxi e raspas de limão. Pule o hot roll de salmão variado e sem graça. Sai a R$ 89,90. No almoço durante a semana, há uma versão reduzida a R$ 62,90, que não acompanha frutos do mar e sushis especiais.

Djapa: o segundo do ranking Djapa: um dos mais caprichados, com 35 itens

Djapa: um dos mais caprichados, com 35 itens (Fernando Moraes/)

2º) Djapa

Embora este rodízio não tenha só receitas japonesas, seus resultados são quase sempre superiores aos dos concorrentes. Antes mesmo de chegarem as bebidas, a mesa é invadida por entradas como vinagrete de lula, um dos 35 itens da comilança. Comece pelas ostras, que continuam a melhor pedida, seguidas de perto pelo tempurá de berinjela sequinho. Além de sashimi de dourado e polvo, há temakis gigantões e sushi à brasileira. Custa R$ 89,00. Durante a semana, a casa oferece no almoço uma versão executiva do rodízio, por R$ 59,00.

1°) Manihi Sushi

O rodízio pode começar com sashimis de salmão, atum e robalo, um peixe branco raro nesse tipo de casa. Na sequência chamada premium, entram o sashimi de barriga de salmão com batata-doce palha, o camarão empanado envolto em salmão, sushis de camarão, polvo e ovas de massagô, além de vagem de soja verde cozida. Sai a R$ 119,90 o rodízio completo, mas há uma sugestão sem os itens especiais por R$ 98,90 — no almoço executivo durante a semana, de terça a sexta, também há menos opções e sai a R$ 67,90. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Roberto Sartori

    Nagayama? Talvez o cirtico não tenha ido em todos 😂