Clique e assine por apenas 6,90/mês

Cinco restaurantes com vinte anos de história

Confira a nossa seleção

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 11 May 2018, 10h51 - Publicado em 11 May 2018, 07h00

Bráz: do cardápio da pizzaria, premiada várias vezes, a caprese (R$ 54,00 a individual; R$ 88,00 a grande) combina mussarela, tomate-caqui, mussarela de búfala, folhas de manjericão gigante e pesto de azeitonas pretas. Foi copiada à exaustão.

Empório Ravioli: um clássico da culinária ítalo-paulistana faz parte do acervo de receitas do chef Roberto Ravioli. É o filé à parmigiana (R$ 69,00), que vai à mesa sem guarnição. Caso seja pedida uma porção de arroz, paga-se um extra de R$ 15,00.

Filé à parmigiana do Empório Ravioli: receita do chef Roberto Ravioli chega à mesa sem guarnição Mario Rodrigues/Veja SP

Spadaccino: a cozinha da região de Emilia-Romagna, em especial de Bolonha, sempre deu o tom ao cardápio da trattoria. Uma das pedidas é o nhoque de batata colorida com beterraba ao molho branco com queijo gorgonzola. Custa R$ 44,00.

Pedida do Spadaccino: nhoque de batata com beterraba ao creme de gorgonzola Mario Rodrigues/Veja SP

Totò: na casa da chef Luiza Helena Fitipaldi Bistolfi, a especialidade é o tagliolini fresco e al dente, que pode vir com molho de camarão, gorgonzola e nozes (R$ 67,00). Antes, prove uma das ótimas caipirinhas preparadas pelo sócio Alfredo Martins.

Continua após a publicidade
Tagliolini ao molho de camarão: especialidade do Totò Leo Feltran/Veja SP

Vicolo Nostro: um endereço singular, protegido por um portão que leva a uma ruazinha de paralelepípedos onde estão os três salões e a varanda do restaurante. É la que o chef Cristiano Panizza faz pedidas como o espaguete aos frutos do mar (R$ 98,00).

Espaguete aos frutos do mar: uma das receitas do chef Cristiano Panizza Wellington Nemeth/Veja SP
Publicidade