Clique e assine com até 89% de desconto

Por dentro do Mercado Municipal de São Paulo

Mapa reúne o que há de mais bacana no Mercadão, que completou 80 anos em 2013. Entre os destaques, há bancas pioneiras e dicas para matar a fome durante as compras

Por Sophia Braun Atualizado em 27 dez 2016, 15h52 - Publicado em 18 jan 2013, 21h10

Aos 80 anos, o  Mercado Municipal de São Paulo  é um  dos  edifícios mais emblemáticos da capital. O Mercadão, como ficou conhecido, foi erguido há oito décadas às margens do Rio Tamanduateí. Ele veio substituir o antigo mercado central, que funcionava a céu aberto na Rua 25 de Março, e acabou reunindo os comerciantes da região.

Para construir o prédio de 12 600 metros quadrados e 16 de pé-direito, foi escalado o arquiteto e engenheiro Francisco de Paula Ramos de Azevedo (1851-1928), que dirigia um dos mais prestigiados escritórios da época. Têm sua assinatura, por exemplo, o Teatro Municipal, a Pinacoteca e os Correios.

Ao longo de oitenta anos de história, o Mercado Municipal passou de um espaço frequentado principalmente por donos de restaurantes a um ponto turístico movimentado. Hoje conta 272 estandes das mais variadas especialidades, de peixaria a loja de cervejas, e atrai visitantes dos quatro cantos do país e do mundo.

Para ajudar o leitor a explorar seus corredores, criamos um mapa com o que há de mais bacana lá dentro. Você também vai conhecer algumas bancas pioneiras ainda em atividade e lugares gostosos para matar a fome durante as compras.

 

1/3
Saiba onde comprar pertences para feijoada, temperos especiais, queijos de primeira e mais delícias ( / Mapa do Mercadão: conheça o que há de mais bacana lá dentro)
Continua após a publicidade
Publicidade