Clique e assine por apenas 5,90/mês

Lugares para comer no primeiro dia de 2018

Dez lugares com as portas abertas no primeiro dia do ano

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 29 dez 2017, 13h32 - Publicado em 29 dez 2017, 13h26

Arábia. O restaurante de cozinha árabe funciona no jantar, a partir das 19h, quando serve no agradável salão receitas tradicionais como a esfiha aberta de zátar (R$ 11,70) e a salada fatuche com lascas de pão frito, folhas variadas e romã (R$ 54,20).

Bolinha. A tradicional casa fica aberta sem intervalo das 11h30 às 23h. Vale aparecer para iniciar o ano com uma clássica feijoada em rodízio. A versão magra vai com costelinha, paio, linguiça, lombo defumado e carne-seca (R$ 125,00).

Emiliano. É possível iniciar 2018 com um brunch no restaurante do Hotel Emiliano. Cada pessoa paga R$ 295,00 para se servir à vontade de pães, panquecas, saladas, massas e sobremesas. À noite, entra em vigor o cardápio regular da casa.

Famiglia Mancini. Uma das cantinas mais charmosas da capital, com direito a fitas e garrafas de vinho chianti no teto, abre normalmente na segunda (1º), sem intervalo. Pedida sem erro é a lasanha com generosa quantidade de mussarela
(R$ 128,00, para dois).

A Figueira Rubaiyat. É a figueira centenária que dá o charme ao bonito endereço. Aproveite a sombra para provar no almoço até as 16h o caixote marinho (R$ 187,00), com peixe do dia mais camarões, vieiras e polvo junto de batata-doce e risoto.

Continua após a publicidade

Forneria San Paolo. A unidade da Rua Amauri, renovada no visual e no menu, abre no jantar a partir das 18h. Depois do bolinho de espinafre e tapioca (R$ 31,00 a porção), dá para pedir o cheeseburger na massa de pizza assada no forno a
lenha (R$ 44,00).

Jardim de Napoli. No ambiente acolhedor, faz muuuito sucesso o polpettone frito recheado de queijo mussarela coberto sempre por uma quantidade generosa de molho de tomate (R$ 66,00). Abre no almoço e no jantar no primeiro dia do ano.

Margherita. Entre a variedade de sabores de pizza, saemse bem a prímula (R$ 75,00), de escarola e mussarela gratinada, e a genovese (R$ 77,00), coberta por mussarela de búfala com tomate-cereja e molho pesto. A casa abre às 18h30.

NB Steak. É o melhor rodízio de carnes da capital. Para comer cortes como o bife ancho marcado na grelha, pagam-se R$ 140,00 por pessoa. Os endereços da rede funcionam até as 16h no dia 1º.

P.F. Chang’s. A partir das 18h, a unidade do Itaim abre as portas e serve pedidas asiáticas como o mongolian beef (R$ 63,00), que consiste numa carne caramelada com cebolinha por cima, acompanhada de arroz branco ou integral.

Continua após a publicidade
Publicidade