Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Gabriella Zanforlin montou uma padaria num lugar quase secreto

A escolha do espaço não impediu que o público conhecesse os pães da Zan Pan

Por Gabrielli Menezes 2 ago 2019, 07h00

Na VEJA SÃO PAULO desta semana, contamos as histórias de sete profissionais que se dedicam a preparar pães artesanais usando a força da fermentação natural. Conheça Gabriella Zanforlin, que abriu a Zan Pan em um pequeno centro comercial nem tão escondido assim.

O espaço da Zan Pan foi escolhido estrategicamente por Gabriella Zanforlin. Fica dentro de um conjunto comercial no Itaim Bibi onde a circulação de pessoas não é tão grande. A ideia era aproveitar o lugar quase secreto para produzir mais para restaurantes do que para o consumidor final.

De fato, estabelecimentos como o BotaniKafé, dedicado aos brunchs, e o vegano PlantMade são clientes. Mas não só eles. Quem é da região descobriu o azedinho sourdough (20 reais), feito com farinha integral processada num pequeno moinho na própria casa, o pão com chocolate em pó e em gotas (35 reais) e outras pedidas.

Pão com chocolate em pó e em gotas: 35 reais Beard Studio/Divulgação

Hoje, esse público representa 70% das vendas. “É provável que em breve tenhamos de nos mudar para um local maior”, admite a proprietária. Filha e neta de cozinheiras, Gabriella cresceu perto do fogão.

“Sou a caçula, e por isso sempre me davam as coisas mais chatas para fazer. Conforme fui ficando mais velha, me ensinaram a pegar na faca, preparar tortas, massas…”, conta. Antes de focar basicamente dois ingredientes — farinha e água —, ela trabalhou com cozinha quente em restaurantes como o Brace Bar & Griglia, no Eataly. E trocou definitivamente o fogão pelo forno.

Zan Pan. Rua Clodomiro Amazonas, 1158, loja 67, Itaim Bibi, tel. 3044-2128. Segunda a sexta, das 9h às 18h.

Continua após a publicidade
Publicidade