Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Saiba como foi a festa do COMER & BEBER 2017/2018

Lançamento da 21ª edição do especial de VEJA SÃO PAULO reuniu 600 convidados na quinta (21), na Casa Charlô

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 20 jan 2022, 10h02 - Publicado em 22 set 2017, 11h16

Foi uma noite especial. Mais importante publicação gastronômica da cidade, o guia COMER & BEBER, já nas bancas, foi lançado com festa na noite de quinta (21), na Casa Charlô. Apresentado pelo banco Santander, o evento revelou os melhores do ano em 42 categorias, entre restaurantes, bares e estabelecimentos de comidinhas. Eles fazem parte de uma lista com 800 endereços selecionados a partir de um total de 1 000 estabelecimentos visitados (ou revisitados) pela equipe da Vejinha ao longo de um ano.

Erick Jacquin, premiado chef do ano em 2000 e 2007, foi quem conduziu a cerimônia diante de mais de 600 convidados. Ele chamou ao palco personalidades como Antônio Fagundes, Larissa Manoela e Fafá de Belém, entre outros famosos, para fazer o anúncio dos ganhadores.

Coube à apresentadora Ana Maria Braga anunciar o primeiro campeão, de melhor menu executivo de até 60 reais. Nesse quesito, quem levou a melhor foi o Piccolo. O restaurante, aberto este ano em Pinheiros, foi apenas uma das casas novatas a receber um troféu ao longo da noite. O bar Goose Island Brewhouse, que funciona desde o fim do ano passado por aqui, foi eleito o melhor brewpub e o Loup inaugurou a eleição da estreia do ano.

O evento ocorreu na noite desta quinta-feira (21), na Casa Charlô Reinaldo Canato/Veja SP

Apresentado pelo aplicativo iFood, o prêmio melhor delivery estreou nessa edição. No teste realizado pelos críticos de VEJA SÃO PAULO, o Dinho’s consagrou-se vencedor, seguido pelo Mestiço e a Casa Europa.

Carol Fiorentino foi a responsável por anunciar o prêmio de melhor doceria, da qual se sagrou vencedora a Confeitaria Dama, e de melhor hambúrguer para o Z Deli, que retomou a liderança após dois anos na vice-liderança. Ainda entre as comidinhas, também levaram a melhor o Um Coffee Co. (café), Frida & Mina (sorvete) e Casa do Sabor AMMA (chocolate).

Em bares, fez sua estreia a eleição do melhor sanduba. Renata Vanzetto, proprietária do MeGusta, comemorou o reconhecimento dado à casa. Entre os restaurantes, foram premiados Bistrot Parigi (francês), Fasano (Italiano) e Arturito (variado). Na estreia do título de cozinha de autor, foi laureado o D.O.M., de Alex Atala, e, como trattoria moderna, em votação também inédita, subiu ao pódio o Moma – Modern Mamma Osteria.

Dois ganhadores em especial celebraram em dose dupla. Heloisa Bacellar, eleita quituteira do ano, também subiu ao palco para receber o prêmio de melhor salgado por seu Lá da Venda. E o Guilhotina abocanhou as placas de carta de drinques e de bartender do ano pelo trabalho de Marcio Silva.

A seleção com os melhores representantes da boa mesa paulistana já está feita. É hora de festejar. À mesa, é claro.

 

Confira a seguir as 42 categorias premiadas em VEJA COMER & BEBER 2017/2018.

 

BOM E BARATO

Restaurante: Firin Salonu

Menu executivo de até 60 reais: Piccolo

Bar: Boteco Paramount

Comidinhas: Taquería La Sabrosa Cocina de México

(Clique aqui para ver todos os finalistas de Bom e Barato)

 

dsc-8147.jpeg
Confeitaria Dama: a melhor doceria Cida Souza/Veja SP

COMIDINHAS

Quituteira do ano: Heloisa Bacellar (Lá da Venda)

Café: Um Coffee Co.

Chocolate: Casa do Sabor AMMA

Doceria: Confeitaria Dama

Hambúrguer: Z Deli Sandwich Shop

Padaria: Padaria da Esquina

Salgado: Lá da Venda

Sanduíche:  Town Sandwich Cº

Sorvete: Frida & Mina

(Clique aqui para ver todos os finalistas de Comidinhas)

 

Márcio Silva, o bartender número 1 Leo Martins/Veja SP
Continua após a publicidade

BARES

Bartender do ano: Márcio Silva (Guilhotina)

Cozinha: A Casa do Porco Bar

Boteco: Bar do Giba

Balcão: Boca de Ouro

Brewpub: Goose Island Brewhouse

Chope: Empório Alto dos Pinheiros

Caipirinha: Guarita

Carta de drinques: Guilhotina

Izakaya: Yorimichi

Para paquerar: Tatu Bola

Sanduba: Bun bah (MeGusta)

Bar revelação: Peppino Bar

(Clique aqui para ver todos os finalistas de Bares)

 

Pratos do Hou, o melhor chinês

RESTAURANTES

Chef revelação: Rodrigo Aguiar (Rios Restaurante)

Chef do ano: Oscar Bosch (Tanit)

Brasileiro: Esquina Mocotó

Carnes: Rubaiyat

Rodízio: NB Steak

Chinês:  Hou

Cozinha de autor: D.O.M.

Francês: Bistrot Parigi

Italiano: Fasano

Trattoria moderna: Moma — Modern Mamma Osteria

Japonês: Shin-Zushi

Pizzaria: Carlos

Português tradicional: Rancho Português

Variado:  Arturito

Restaurateur: Gil Carvalhosa Leite, Chico Ferreira e Paulo Bitelman (Le Jazz Brasserie)

Estreia do ano: Loup

Personalidade gastronômica: Seu Ático, do Parigi

(Clique aqui para ver todos os finalistas de Restaurantes)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês