Continua após publicidade

Festa junina: conheça mais de 40 “arraiás” para curtir em São Paulo

Roteiro reúne quermesses em igrejas com comidinhas imperdíveis, espaços com shows grandes e eventos em shopping e parques

Por Saulo Yassuda Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
7 jun 2024, 06h00

Começou a temporada das quermesses, assim como a hora de você ficar aflito para decidir em qual ir. Em uma metrópole, as possibilidades são múltiplas. Por isso, a Vejinha apresenta um guia com os principais arraiais da cidade, para você escolher o seu, de acordo com o seu estilo.

As festas juninas, ciclo que homenageia entidades cristãs, sobretudo Santo Antônio, São João e São Pedro, chegaram ao país via colonização portuguesa e ganharam cores locais — uma amostra disso é a diversificada folia no Centro de Tradições Nordestinas (CTN), no Limão. As mais populares delas continuam a ser promovidas por igrejas, caso da concorrida Quermesse do Calvário, da Paróquia São Paulo da Cruz, em Pinheiros, por onde passam 8 000 pessoas a cada semana.

Mas não é sempre que a religião dá o tom. Há shows grandes (e seculares) rolando sob bandeirolas e shoppings centers que organizam os próprios eventos, assim como grupos de empresários ocupando parques e praças e, claro, colégios e clubes privados com festejos. “Modernamente, existe todo um interesse comercial em cima desse evento”, observa Alberto Ikeda, pesquisador de festas e rituais brasileiros e professor aposentado da Unesp e professor colaborador da ECA-USP.

Ainda assim, apesar das questões econômicas e financeiras, guarda-se a tradição nos lugares mais remotos. Parte dela, felizmente, pode ser encontrada na capital. Em muitas das festas, as quadrilhas dividem os ouvidos do público com forró e sertanejo pop (e, em alguns eventos, até com ritmos como o ska). E o milho e o pinhão, que ficam na memória afetiva do festeiro junino, ganham a companhia de pratos de outras tradições. “Atualmente, tudo entra nessas festas, tem até comida japonesa”, conta o professor.

Não à toa, cada vez mais chefs de cozinha juntam colegas para organizar seus arraiais. “Nos últimos trinta anos, houve uma reativação de festas mais comunais, com pessoas que fecham as ruas e se organizam para aquela comunidade”, relata Ikeda, ao tentar mapear a multiplicidade de manifestações. Qual é seu tipo? A gente ajuda você a entender nesta e nas próximas páginas.

PARÓQUIAS FESTEIRAS

Toalha de mesa florida com prato de louça branca coberto por queijadinhas.
Queijadinha: quitutes portugueses na Festa da Paróquia São João de Brito (Agilberto Lima/Divulgação)

Igrejas católicas celebram santos e misturam devoção religiosa com tradições folclóricas

Continua após a publicidade

› ARRAIÁ DA PADROEIRA
O Santuário de Nossa Senhora Aparecida realiza sua quermesse em um pátio coberto e com brincadeiras como pescaria e bingo. Rua Labatut, 781, Ipiranga. Tem acessibilidade. Sáb. e dom., 17h/22h. Até 30/6. Entrada grátis.

› FESTA DE SÃO PEDRO
A quermesse tradicional da Paróquia São Pedro Apóstolo, em sua 66ª edição, tem comidas típicas, shows de bandas de rock e sertanejo, feira de artesanato, bingo e brincadeiras para a família. Avenida Alberto Ramos, 614, Jardim Independência. Tem acessibilidade. Sáb., 19h/23h. Dom., 19h/22h. Até 30/6. 3 reais.

› FESTA DE SANTO ANTÔNIO DO PARI
Dedicada ao santo com fama de casamenteiro, a 110a edição da festa conta com shows de grupos folclóricos, quadrilha e o tradicional bolo de Santo Antônio. Praça Padre Bento, 13, Pari. Tem acessibilidade. Sáb. e dom., 17h/23h. Até 30/6. Entrada grátis.

› FESTA JUNINA DA CONSOLAÇÃO
No entorno da Praça Roosevelt, o evento da Paróquia Nossa Senhora da Consolação acontece a partir do terceiro fim de semana de junho. Conta com música ao vivo e variedade de comidas e bebidas típicas. Rua da Consolação, 585, Centro. → Sáb., 18h/23h. Dom., 18h/22h. Até 30/6. Entrada grátis.

› FESTA JUNINA DA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO
Com clima familiar, a festa acontece ao redor da Paróquia Nossa Senhora da Conceição. Tem música ao vivo, bingo, barracas com comidas típicas e churrasco. Praça Silvio Romero, s/no, Tatuapé. Tem acessibilidade. Sáb., 17h/23h. Dom., 17h/22h. Até 30/6. Entrada grátis.

Continua após a publicidade

› FESTA JUNINA DA PARÓQUIA DA VILA MADALENA
Além de apresentações musicais, a quermesse da Paróquia Santa Maria Madalena e São Miguel Arcanjo realiza tradicionais brincadeiras e oferece guloseimas típicas, como canjica. O festejo é pet friendly. Rua Girassol, 795, Vila Madalena. Tem acessibilidade. Sáb. e dom., 18h/22h. Até 30/6. Entrada grátis.

Xícara florida com canjica branquinha dentro.
Doce típico: canjica na Festa da Paróquia São João de Brito (Agilberto Lima/Divulgação)

› FESTA JUNINA DA PARÓQUIA DE SÃO JOÃO DE BRITO
De um lado do estacionamento da igreja, ficam o palco de shows e barracas de comida típica e algumas de raízes lusas, como o caldo verde e queijadinha — João de Brito é um santo português. Do outro, estandes de brincadeiras, como o futebol. Um salão com mesas também acolhe o público. Rua Nebraska, 868, Brooklin. Tem acessibilidade. Sáb. e dom., 17h/22h. Até 30/6. Entrada grátis.

› GRANDE QUERMESSE SANTA TEREZINHA
A festa da Paróquia Santa Terezinha do Menino Jesus agrupa barracas de doces e salgados, além de bebidas, brincadeiras, quadrilhas e música ao vivo. Avenida Guapira, 2055, Jaçanã. Sáb., 18h/23h. Dom., 19h/22h. Até 30/6. 10 reais.

› QUERMESSE DA PARÓQUIA SÃO PEDRO APÓSTOLO DE VILA ORATÓRIO
A festa, que homenageia São Pedro, está na 52a edição. Traz barracas de quentão, vinho quente, fogazza… Tem ainda atividades como bingo, brincadeiras para as crianças e shows. Rua Ibitinga, 838, Alto da Mooca. Sáb., 18h/23h. Dom., 17h30/22h. Até 30/6. Entrada grátis.

› QUERMESSE DO CALVÁRIO
Uma das mais famosas da cidade, a festa da Paróquia São Paulo da Cruz costuma ter filas, mesmo cobrando entrada. Isso pode diminuir com a novidade: agora dá para comprar ingressos pela plataforma Sympla. Além dos shows e do bingo, chamam a atenção as comidinhas beeem variadas. Tem maçã do amor e curau, mas também tempurá e espaguete. Rua Cardeal Arcoverde, 950, Pinheiros. Tem acessibilidade. Sáb., 17h30/23h30. Dom., 17h30/22h30. Entrada até 30 reais (com vale-bingo).

Continua após a publicidade

FORRÓ, AMENDOIM E QUADRILHA “PROFISSA”

Festa Junina do Centro de Tradições Nordestinas com bandeirinhas coloridas no teto e pessoas sentadas em mesas no salão
Centro de Tradições Nordestinas: Festa Junina de sexta a domingo (Agilberto Lima/Divulgação)

CTN faz um panorama das festanças do Nordeste

Durante junho e julho, o imenso Centro de Tradições Nordestinas (CTN), no bairro do Limão, fica “vestido” a caráter com coloridas bandeirolas no teto e barraquinhas de quitutes juninos, além de cachaças, quentão, vinho quente e o chamado chá de amendoim. Esse é o São João de Nóis Tudim, que chega à 8ª edição no complexo e rola de sexta a domingo neste mês e aos sábados e domingos em julho.

Mesa com toalha florida com comidas juninas em cumbucas.
Cardápio temático: no Centro de Tradições Nordestinas (Agilberto Lima/Divulgação)

Muitos dos restaurantes típicos do lugar servem durante o período algum prato temático e os palcos recebem apresentações de forró e sertanejo. Quem quiser pode se arriscar nas quadrilhas todo sábado e domingo e também assistir às apresentações profissionais da dança típica, que acontecem no meio do público. Um miniparque de diversões entretém a criançada.

› Centro de Tradições Nordestinas (CTN). Rua Jacofer, 615, Limão. Tem acessibilidade. Sex., 15h/4h. Sáb., 11h/4h. Dom., 11h/22h. Até 28/7 (sextas até 28/6). Entrada grátis.

“ARRAIÁS” MUSICAIS

Homem preto sorrindo com a mão pra frente com blaser vinho e camisa florido por baixo.
Péricles: no Arraiá Pagode Bom no Audio (Rodolfo Magalhães/Divulgação)

Festas juninas e julinas onde os shows falam (ou tocam) mais alto

Continua após a publicidade

› ARRAIAL ESTRELADO
A 2ª edição do evento tem apresentações de Zé Neto & Cristiano, Bruno & Marrone e Rastapé, neste domingo (9), e César Menotti & Fabiano, Jorge & Mateus e Falamansa no próximo (16). Parque Ibirapuera. Avenida Pedro Álvares Cabral, s/no, tel. 5574- 5045. Tem acessibilidade. Dom. (9 e 16), a partir das 13h. 410 a 670 reais.

› AUDIO
A casa de shows terá três eventos juninos, com brincadeiras, comes e bebes de São João e, claro, música. O Arraiá Pagode Bom, com Péricles, rola na sexta (14). O Arraiá da Pocah, no sábado (15). E o Arraiá da Balaia, com show de Alinne Rosa, no dia 29. Audio. Avenida Francisco Matarazzo, 694, Água Branca, tel. 3675-1991. Tem acessibilidade. Sex. (14), 21h. Sáb. (15 e 29), 22h. 20 a 192 reais.

› ARRAIÁ GOLDEN SQUARE SHOPPING
A festança será gratuita no Golden Square Shopping, em São Bernardo do Campo, com shows de Xande de Pilares (22) e Circuladô de Fulô (23). Golden Square Shopping. Avenida Kennedy, 700, São Bernardo do Campo, tel. 3135-4000. Tem acessibilidade. Sáb. (22) e dom. (23). Entrada grátis.

Salão do restaurante A Casa do Porco. Com pessoas sentadas nas mesas e plantas penduradas no teto.
Jorge & Mateus: apresentação no Arraial Estrelado (Cadu Fernandes/Divulgação)

› ARRAIÁ DA DOMINGUERIA
Em julho, o evento ocupa o Canindé com quatro nomes do samba: Vitinho, Pagode do Adame, Péricles e seu filho, Lucas Morato. Estádio do Canindé. Rua Comendador Nestor Pereira, 33, Canindé. Tem acessibilidade. 6/7 (sáb.), a partir das 21h. 55 a 220 reais.

› ARRAIÁ DO VILLA COUNTRY
A casa noturna Villa Country celebra sua festa julina com shows de Luiza Martins (18/7), Tarcísio do Acordeon e Vitor Fernandes (19/7), Solange Almeida (20/7) e a dupla Léo & Júnior (21/7). O primeiro e o último dia terão open food de quitutes típicos. Villa Country. Avenida Francisco Matarazzo, 774, Água Branca, tel. 3868-5858. Tem acessibilidade. 18/7 (qui.) a 21/7 (dom.), a partir das 20h. 48 a 456 reais. 

Continua após a publicidade

ENTRE UMA COMPRA E OUTRA

Festa junina em alameda de árvores com bandeirinhas e luzes indo de um lado para outro
Shopping Iguatemi: festa no bulevar (Iguatemi São Paulo/Divulgação)

Shoppings promovem as próprias quermesses

A primeira edição do Arraiá do Ibira, com atrações para crianças de 3 a 12 anos, acontece no Shopping Ibirapuera e tem brincadeiras como pescaria. Para participar, basta baixar o app do centro de compras e resgatar o cupom.

Nesta sexta (7), começa o Arraiá — Festival Volta ao Mundo, no Central Plaza, com culinárias de vinte países e programação musical. Também na Zona Leste, no sábado (8), a Festa Junina do Shopping Metrô Itaquera é aberta com duas apresentações por dia, com bandas como Peixe Elétrico e Bicho de Pé, além de quadrilha. Para acessar o espaço, é preciso resgatar um cupom no app.

Nesta sexta (7), começa a 4ª edição do Arraiá do Tietê Plaza, com atrações que tocam sucessos de nomes como Marília Mendonça e Wesley Safadão. No fim de semana dos dias 15 e 16, a boa é a 4ª edição da Festa Junina Iguatemi São Paulo. No bulevar, o evento conta com cardápios exclusivos, com opções de restaurantes como Jiquitaia, Preto Cozinha e Borgo Mooca. Os ingressos podem ser adquiridos no Sympla.

Shopping Ibirapuera. Sáb., dom. e feriados, 14h/20h. Tem acessibilidade. Até 23/6. Entrada grátis.
› Central Plaza Shopping. Sex. (7) a dom. (9), 12h/22h. Tem acessibilidade. Entrada grátis.
› Shopping Metrô Itaquera. Sáb., 12h/22h. Dom., 12h/20h. Tem acessibilidade. Até 23/6. Entrada grátis.
› Tietê Plaza Shopping. Sex., 18h/22h. Sáb., 14h/22h. Dom., 14h/20h. Tem acessibilidade. Até 23/6. Entrada grátis.
› Iguatemi São Paulo. Sáb. (15) e dom. (16), 12h/21h. Tem acessibilidade. 40 reais.

FOCO NO AGITO

Balada escura com neons rosa e DJ ao fundo com bandeirinhas de festa junina penduradas no salão.
Selva: balada junina na Rua Augusta (Selva/Divulgação)

Baladas e casas de música sediam eventos temáticos

Baladas de diferentes gêneros promovem seus próprios festejos. Neste sábado (8), o bloco Desculpa Qualquer Coisa faz a festa LGBT+ Desculpa Não É o Texas, que, além da decoração junina, conta com roda de samba, discotecagem e show de Luísa Nascim, da banda Luísa e os Alquimistas. Antes, à tarde, o Arraiá do Mira Sounds leva exposição de arte, feira e um show de forró com a cantora Anná para o Lar Mar, em Pinheiros.

No sábado que vem (15), ocorre a festa junina da balada Selva, com barraca do beijo e touro mecânico, ao som de pop e funk. No mesmo dia, a Toda Truck Junina, voltada para o público lésbico, leva o ritmo de São João para o Bar Somos. Quem for a caráter ganha um shot de boas-vindas.

A Casa AlgoHits sedia, no dia 23, mais uma edição do festival Banda de Casinha, a Banda de Skasinha Junina, com shows de grupos como Querida, Faça as Malas!, La Gang, Gritando Ska e Chá Malte, que misturam ritmos como ska, rock e punk. Comidas típicas e correio-elegante estão garantidos.

Desculpa Não É o Texas. Avenida São João, 108 (Deep), Centro. Sáb. (8), 18h/5h. 35 reais.
› Arraiá do Mira Sounds. Rua João Moura, 61 (Lar Mar), Pinheiros. Sáb. (8), 14h/0h. 60 reais.
› Selva. Rua Augusta, 501, Consolação. Tem acessibilidade. Sáb. (15), 22h/6h. 35 reais.
› Toda Truck Junina. Rua Alfredo Pujol, 381, (Bar Somos), Santana. Sáb. (15), 22h/4h. 25 reais.
› Banda de Casinha. Rua Patizal, 38 (Casa AlgoHits), Vila Madalena. Dom. (23), 16h/23h. 30 reais.

CHEFS UNIDOS NA QUADRILHA

Mesa de madeira com comidinhas juninas por cima.
Festa Junina do Xepa: no próximo sábado (15) (Lierson Mattenhauer Jr./Divulgação)

Bares e restaurantes montam seus próprios eventos

Não bastavam as quermesses de paróquias ou festas de clubes e colégios. Bares e restaurantes têm promovido seus próprios arraiais e colocado em prática talentos da cozinha e do balcão. Ruazinha cheia de endereços etílicos, a Jesuíno Pascoal, na Vila Buarque, sedia neste domingo (9) o São João na Jesuíno, um evento com forró, DJ e comes e bebes entre 14h e 22h.

“A ideia é que o público circule de um bar para o outro”, diz a chef Katia Lyra, do Aconchegante Bar, que vai fazer arroz de costelinha com pinhão entre as receitas especiais. Bagaceira, Tabuleiro do Acarajé, Cervejaria Central e Jojo Ramen, com um sanduíche de karaage (frango frito japonês) e creme de milho, estão entre os participantes.

Não muito longe dali, o Xepa, do chef Lierson Mattenhauer Jr, reúne convidados no estacionamento da Rua Jaguaribe, 405, para a folia do sábado, dia 15. Tuca Mezzomo, do Charco, Fred Caffarena, do Make Hommus. Not War, Ligia Karazawa, chef consultora, e Talitha Barros, do Conceição Discos & Comes, estão entre os participantes da Festa Junina do Xepa.

No restaurante expresso número 1 pelo COMER & BEBER 2023, o Marcha e Sai, o São João será celebrado pela sexta vez em julho, com comidinhas da premiada chef Tatiana Szeles, que serve baião de dois e canjiquinha com amendoim, entre outras pedidas.

› São João na Jesuíno. Rua Jesuíno Pascoal, Vila Buarque. Dom. (9), 14h/22h. Entrada grátis.
› Festa Junina do Xepa. Rua Jaguaribe, 405, Santa Cecília, 97575-2543. Tem acessibilidade. Sáb. (15), 13h/22h. Entrada grátis.
› Festa Junina Marcha e Sai. Rua Sabará, 473, Higienópolis, 99525-1019. Sáb. (6/7), 12h30/17h. Entrada grátis.

Feirinhas comilonas

› FEIRA SABOR NACIONAL.
Dedicada a produtos regionais de pequenos produtores, a feira traz itens como geleia de quentão e antepasto de pinhão. Também há a presença de estabelecimentos gastronômicos como Capim Santo e Lobozó. Largo Senador Raul Cardoso, 207 (Cinemateca Brasileira), Vila Mariana. Tem acessibilidade. Sáb. (8), 10h/19h. Dom. (9), 10h/18h. 12 reais.

› FESTA JUNINA VEGANA VEGNICE.
Não é preciso esforço para veganos se esbaldarem em arraiás, já que milho, pinhão e que tais, sem itens de origem animal, fazem parte do receituário junino. Mas na festa vegana, agora em sua 10a edição, há também pedidas mais elaboradas, como buraco quente de “jaca louca”. Rua Brigadeiro Galvão, 535 (área verde da Faculdade Oswaldo Cruz), Barra Funda. Tem acessibilidade. Dom., 12h/20h. Até 30/6. Entrada grátis. 

QUERMESSES POR TODO CANTO

Festa Junina com barraquinhas brancas do lado direito e esquerdo.
Arraiá da Vila: no Instituto Biológico (Gabriel Gainett/Divulgação)

Festas em parques, praças e prédios antigos têm feiras e workshops

Parques, organizações e grupos de empresários também promovem suas festas. A Central, antiga subestação de energia e agora um centro cultural, recebe neste domingo (9) o Arraial da Central, com comidas típicas e workshops sobre arte, design e moda, e permite a presença de pets.

Nos fins de semana de 15, 16, 22 e 23 de junho, o verde dá o tom. É quando se dá o Arraiá do Burle Marx, onde se provam opções como canjica e bolo de milho em meio à vegetação de Mata Atlântica. Nas mesmas datas, o Arraial no Parque da Água Branca ocorre simultaneamente aos festivais do morango e do torresmo, programados na mesma área verde.

Só em 15 e 16 de junho, o Memorial da América Latina recebe a festa que também se junta a outros festivais, do milho verde e de sopas. Em 22 e 23 de junho, acontece o Arraiá de Moema, organizado por empresários do bairro e com estandes de comerciantes. Duas feiras de economia criativa, Sal e Garimpagi, trazem seus expositores em clima de arraial no Festival Junino no Novo Anhangabaú.

Nos dias 29 e 30, é a vez do Arraiá da Vila, no Instituto Biológico, com comidas típicas, feira de produtos autorais e apresentações de quadrilha e forró pé de serra. Para a criançada, o Família no Parque tem brincadeiras gratuitas com recreadores.

› Arraial da Central. Praça da Bandeira, 137, Centro. Tem acessibilidade. Dom. (9), 10h/20h. Entrada grátis.
› Arraiá do Burle Marx. Avenida Dona Helena Pereira de Moraes, 200, Vila Andrade. Tem acessibilidade. Sáb. (15 e 22) e dom. (16 e 23), 10h/19h. Entrada grátis.
› Arraial no Parque da Água Branca. Avenida Francisco Matarazzo, 455, Água Branca. Sáb. (15 e 22) e dom. (16 e 23), 10h/19h. Entrada grátis.
› Festa Junina no Memorial da América Latina. Avenida Mário de Andrade, 664, Barra Funda. Sáb. (15) e dom. (16), 11h/21h. Entrada grátis.
› Arraiá de Moema. Praça Nossa Senhora Aparecida, s/no, Moema. Tem acessibilidade. Sáb. (22), 10h/22h. Dom. (23), 10h/20h. Entrada grátis.
› Festival Junino no Novo Anhangabaú. Vale do Anhangabaú. Sáb. (22) e dom. (23), 11h/19h. Entrada grátis.

“ARRAIÁ” À ITALIANA

Igreja Achiropita à esquerda, com público na frente e bandeiras penduras por cima.
Festa de Nossa Senhora Achiropita: na Bela Vista (Fernando Moraes/Veja SP)

As festividades da colônia no Bixiga, no Brás e na Mooca

Duas das mais tradicionais festas italianas de São Paulo, a Achiropita, na Bela Vista, e a San Gennaro, na Mooca, promovem atrações juninas antes de seus aguardados eventos anuais. São festejos menores, sem o volume de comida e de barracas, mas importantes para a obtenção de recursos para as respectivas paróquias e, claro, para satisfazer, mesmo que em partes, o público acostumado aos quitutes.

“No sábado passado vieram 5 000 pessoas, quase o mesmo número de frequentadores da nossa festa que ocorre em setembro”, diz o padre Wellington Laurindo dos Santos, da Igreja de San Gennaro, na Mooca, que realiza a Festa Junina de San Gennaro em todos os sábados de junho. Ali, são dez barracas (ante 23 da festa italiana) que oferecem caldos, vinho quente e quentão, espetinhos e o carro-chefe, a macarronada, entre outros.

A Festa da Achiropita, que ocorre nos fins de semana de agosto na Rua Treze de Maio, no coração do bairro carinhosamente chamado de Bixiga, também terá um “esquenta” para chamar de seu. Entre esta sexta (7) e o do- mingo (9), o salão da paróquia e um imóvel vizinho (Casa São José) receberão barraquinhas de pescaria, argola, entre outras atrações juninas no Arraiá d’Achiropita.

Para comer, estão opções como sanduíche de pernil, cachorro-quente, pastel, espetinhos, doces, bebidas e, pela primeira vez em décadas, o macarrão ao sugo, principal prato das festividades de agosto. “Na sexta, promovemos um bingo beneficente e, no sábado, haverá apresentação de danças caipiras das pessoas que fazem parte dos nossos projetos assistenciais”, afirma Maria Emília Moitinho, relações-públicas da festa.

“O dinheiro arrecadado vai ser usado para a reforma da igreja.” Sem precisar fazer eventos menores para ganhar o carimbo de “junina”, a Festa de São Vito, no Brás, começou no dia 1o e vai até 14 de julho. Com 106 anos declarados de existência, o evento deve receber até 30000 pessoas durante o período.

› Festa Junina de San Gennaro. Rua San Gennaro, 214, Mooca. Tem acessibilidade. Sáb., 17h30/23h. Até 29/6. Entrada grátis.
› Arraiá d’Achiropita. Rua Treze de Maio, 478, Bixiga. Tem acessibilidade. Sex. (7), 19h30/23h. Sáb.(8) e dom. (9), 11h/23h. Entrada grátis.
› Festa de São Vito. Rua Polignano a Mare, 255, Brás. Sáb. e dom., 18h/23h. Até 14/7. Entrada a partir de 10 reais (acesso à praça de alimentação).

* Colaboraram Sérgio Quintella, Larissa Zapata, Tomás Novaes e Ana Mércia Brandão

Publicado em VEJA São Paulo de 7 de junho de 2024, edição nº 2896.

Compartilhe essa matéria via:
 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.