Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Alimentos que combatem o estresse

Com uma alimentação regrada, é possível combater ou reduzir os sintomas dessa doença que atinge 70% dos brasileiros 

Por Carolina Romanini Atualizado em 20 jan 2022, 09h55 - Publicado em 30 Maio 2013, 20h34

De acordo com pesquisas publicadas na última década, o Brasil é o segundo país mais afetado pelo estresse no mundo. Está atrás, apenas, do Japão. Aproximadamente 70% da população brasileira sofre desse mal, cuja principal origem está no excesso ou má gestão do trabalho.

Não fosse ruim por si só, altos índices de estresse podem causar problemas sérios, como a depressão, o diabetes, doenças cardiovasculares e o aumento excessivo de peso. O que poucos sabem, entretanto, é que o controle dessa doença pode ser mais fácil do que se imagina. Uma alimentação equilibrada está entre os principais passos.

“Além do estresse exógeno, aquele oriundo de fatores externos, como problemas emocionais, tabaco, trabalho, álcool e a poluição, há também o estresse endógeno, causado por deficiências nutricionais, desequilíbrios glicêmicos, alergias e intolerâncias alimentares, entre outras coisas”, explica a nutricionista Elaine Fontes, do spa Longevity by Sisley. “Por isso, uma alimentação saudável, balanceada e qualitativa, pode minimizar, e muito, os sintomas da doença”. 

 

O ponto de partida deve ser o equilíbrio da flora intestinal, principal porta de entrada para doenças, tanto de cunho emocional como as imunológicas e, até, alergias. “Consideramos o intestino o segundo cérebro do corpo humano, tamanha é a importância que ele tem na saúde do organismo de maneira geral”, diz Mariana Frank, nutricionista funcional do Wellness BuddhaSpa Ibirapuera. 

Para iniciar uma dieta capaz de controlar e reduzir os sintomas do estresse em até 30 dias, a partir da data de início, é importante incluir no cardápio alimentos ricos em fibras, vitaminas e minerais. São eles arroz integral, feijão, lentilha, grão-de-bico, pão integral, milho, queijo cottage, geleia de frutas, acerola, laranja, mamão, pêssego, maracujá, morango, banana, maçã, manga, abacate, uva, mirtilo, alface, agrião, couve, aspargo, cenoura, espinafre, brócolis, salsão, salsinha, abóbora, painço, semente de abóbora, ameixa, uva passa, nozes, castanha de caju, castanha-do-pará, damasco, chia, painço, linhaça, cúrcuma, chá verde, alcachofra, peixes e frutos do mar.

+ O Manual dos Orgânicos: o que são e onde encontrar

Os alimentos antioxidantes, responsáveis por atacar as toxinas absorvidas pelo organismo ao longo de um dia, também são fundamentais. “Estamos expostos a milhares de toxinas o tempo todo, por isso, precisamos de uma dieta equilibrada, rica em nutrientes e antioxidantes, para combatê-las” , acrescenta Mariana. As principais fontes de antioxidantes são as ‘berrys’, frutas da família do morango, amora, mirtilo e cranberry, e, pasmem, o cacau. 

O acompanhamento de um médico e nutricionista é fundamental para quem apresenta os sintomas da doença e busca um tratamento. Mas há também alguns hábitos que você pode mudar por conta própria para controlar o stress. São eles:

Continua após a publicidade

  • Evitar alimentos industrializados e embutidos
  • Evitar o consumo excessivo de alimentos ladrões de energia, como sal, açúcar e café
  • Evitar o fumo e o álcool
  • Praticar uma atividade física
  • Aumentar ingestão de água (mínimo de dois litros por dia)
  • Comer de 3 em 3 horas
  • Dormir no mínimo 8 horas

A pedido de VEJASAOPAULO.COM,  a nutricionista Elaine Fontes elaborou uma dieta básica para seguir em casa e começar uma desintoxicação já:

Café da Manhã

  • 1 copo de suco (200ml) feito com duas cenouras, três damascos e uma laranja
  • 2 fatias de pão integral
  • 1 colher de sopa de queijo cottage

Lanche da Manhã

1 banana pequena

Almoço

  • Salada de agrião, tomate e cenoura crua ralada, temperada com 1 colher de café de azeite e 1/2 limão
  • 2 colheres de sopa de arroz integral
  • 1 colher de sopa de lentilha cozida
  • 2 colheres de sopa de brócolis cozido no vapor
  • 1 filé médio de pescada branca
  • Sobremesa: 1 kiwi

Lanche da Tarde

  • 1 vitamina de abacate (batida com leite desnatado e sem açúcar)
  • 1 castanha do pará e 2 ameixas secas sem caroço

Jantar

  • 1 prato fundo de sopa de abóbora, espinafre, salsilha, cebola, alho e cúrcuma
  • 1 colher de sopa de painço
  • 1 salada de alface, rúcula e tomate temperada com 1 colher de café de azeite e 1/2 limão
  • 1 omelete com aipo

Ceia

  • 1 copo (150ml) de suco de uva integral
  • 1 torrada integral

+ Alimentação Infantil: as principais dúvidas dos pais respondidas por especialistas da área

+ Os dez mandamentos da dieta, por Alfredo Halpern

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês