Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Vida Boa Por Bárbara Öberg A repórter Bárbara Öberg fala sobre bem estar, exercícios, saúde e novidades para melhorar a rotina.

Publicitário elimina 100 quilos em um ano, sem cirurgia. E tudo começou com uma aposta em dinheiro

Quando o redator-chefe da Vejinha, Daniel Bergamasco, me pediu para dar uma olhada no Instagram de um cara que tinha eliminado 100 quilos na raça, num botei fé. Cemmmm quilos? E sem cirurgia???? Pelo amor, não creio. Então, naquele velho e bom papel de repórter, fui checar. E o resultado é o que vocês podem […]

Por VEJA SÃO PAULO Atualizado em 26 fev 2017, 11h36 - Publicado em 6 jun 2016, 14h11

publicitario

Quando o redator-chefe da Vejinha, Daniel Bergamasco, me pediu para dar uma olhada no Instagram de um cara que tinha eliminado 100 quilos na raça, num botei fé. Cemmmm quilos? E sem cirurgia???? Pelo amor, não creio. Então, naquele velho e bom papel de repórter, fui checar. E o resultado é o que vocês podem ver, abaixo, no bate-papo que tivemos por telefone, WhatsApp, e-mail e afins. Ao fim de nossos encontros por todos os meios de comunicação possíveis, demos algumas boas risadas e tenho certeza de que a história do publicitário baiano Fabiano Lacerda, de apenas 33 anos, vai inspirar vocês. E muito.

publicitario2

Leia, a seguir, os principais trechos da nossa conversa:

VEJASP: Criatuuuura, me diz que é verdade que você eliminou 100 quilos na força de vontade, que vou desmaiar?

Lacerda: Não. Foram 103, na verdade (risos).

VEJASP: Como você fez isso? Conta logo….

Lacerda: Ahhh, tudo começou com uma aposta. Um grupo de amigos do trabalho e da família organizou uma aposta na qual eu deveria perder 60 quilos em seis meses. Cada lance mínimo era de 30 reais. Se eu perdesse, teria que pagar o dobro para cada lance individual de cada um dos apostadores.

VEJA SP: E quanto foi?

Lacerda: Nunca contei para ninguém.

publicitario3

VEJASP: Tá vendo? É a sua chance de contar pra Vejinha!

Lacerda: Nãooooo. Mas vou dar uma pista: o meu pai, sozinho, fez um lance de 5 000 reais.

VEJASP:  Paizão, hein? E quantos amigos participaram, além dele?

Lacerda: (silêncio) Foram 27 pessoas.

VEJASP: Uau! O motivador foi a grana, certo?

Lacerda: Sim. Imagina ter que pagar o dobro para cada um dos 27?

VEJASP: É, ia ficar caro. Mas você ganhou.

Lacerda: Sim. E aí que foi o problema. Eu perdi 60 quilos em seis meses e ainda pesava 130 quilos. Perdi a minha identidade, não sabia mais quem eu era. Fiquei perdido.

VEJASP: Nossa, imagino. Mas o que você fez, então?

Lacerda: Decidi continuar a luta. Em um ano, foram 103 quilos que hoje estou trocando por massa muscular (já ganhei 6 quilos). Mas não engordei, é massa, você entende a diferença?

publicitario4

VEJASP: Lógico. Então, conta um pouco como foi a transformação de tudo isso…

Continua após a publicidade

Lacerda: Como seria uma grande mudança, devido ao meu “tamanho” (rs), entendia que seria preciso mudar por completo os hábitos alimentares e acrescentar exercícios físicos a atual rotina. Para isso acontecer de forma plena, precisaria procurar os profissionais necessários para um bom acompanhamento. Foi o que eu fiz, pois não tinha intenção em fazer uso de remédios ou passar por intervenções cirúrgicas para perder o peso.

VEJASP: Quais foram as maiores dificuldades que você encontrou durante o processo?

Lacerda: Não diria dificuldades, mas sim alguns obstáculos que surgiram e precisavam ser ultrapassados. Nada muito diferente do que eu imaginei que fosse acontecer. Por exemplo, ir a um evento do trabalho e optar por não compartilhar da mesma comida de todo mundo. Também a questão de reprogramar meus horários para praticar exercícios, independentemente de ser dia útil ou fim de semana.

VEJASP:  Como as superou?

Lacerda: Com muita, muita, muita disciplina, desde o início. Ela sempre foi minha aliada nesse processo, pois com isso ficou mais fácil não só bater a meta inicial, de perder 60 quilos, como também superá-la e perder 100 quilos (afinal de contas, perdendo 60 quilos eu ainda estaria obeso e eu sentia que ainda podia dar mais de mim). Todo o processo durou um ano! Eu estava cercado de apoiadores por todos os lados (risos).

VEJASP: Como era sua vida quando tinha quase 200 quilos? Pesada (risos)?

Lacerda: Eu tentava ter uma vida normal. Tentava! Não tinha problemas de saúde e estava conformado com meu peso e estilo de vida. Porém quando lembrava que até os 20 anos eu praticava esportes e depois me deixei ganhar tanto peso, entendia que algo estava errado. Minha família se preocupava com o meu excesso de peso e com o sedentarismo. Infelizmente, apenas a vontade deles não era suficiente para uma mudança de vida. Realmente, eu precisava entender que era preciso buscar essa melhoria. E foi o que aconteceu.

VEJASP: Conta sobre atividade física. Hoje você é um atleta?

Lacerda: Até a adolescência eu gostava muito de praticar esportes. Fiz futsal, vôlei, natação. Aquelas modalidades do período da escola. Mas no início da fase adulta, parei. Desandei! Atualmente eu corro, me desafio sempre que posso. Prefiro me considerar um atleta “SUPERADOR”.

publicitario5

VEJASP: Para quem não tem tempo de treinar, qual a dica?

Lacerda: Durante a semana aproveito as manhãs para treinar antes do trabalho. Acordo cedo para aproveitar e fazer entre uma e duas horas de exercícios. Nos fins de semana, consigo alternar mais os horários de treinos e ter um pouco mais de tempo. A questão é ter constância em toda a semana, dá pra descansar também, um dia. Só não dá pra relaxar de vez. Sobre eu dar uma dica para quem “não tem tempo”… e quem tem? Aproveite aquela hora (ou duas) livres do seu dia e se exercite da forma que você preferir. Seja na rua, academia ou até em casa. O resultado vai vir, você vai ver, mas é preciso ir atrás dele!

VEJASP: Percebi que você é um cara bem humorado. Isso fez diferença na dieta?

Lacerda: Ah, sim. Eu tentei levar pro lado do humor, para não ficar um sofrimento, né?

VEJASP: Hahaha, fiz a mesma coisa que você. Uma aposta com minha melhor amiga e apostei nessa pegada do humor. Mas veja, amigo, eu eliminei dezoito quilos e eram só 1 000 reais. Você é um vencedor. O que gostaria de dar como conselho pros nossos leitores que estão tentando, tentando e tentando emagrecer?

Lacerda: Sabe o que tem me feito feliz em contar essa história? Não sou muito de dar conselhos e sim de mostrar o que tenho vivido e acho que isso pode ser mais útil na vida de cada um. Entendo que se eu divulgo, por exemplo, isso acaba servindo positivamente para que as pessoas saibam que é possível esse tipo de coisa acontecer. Além de tudo existe uma diferença entre querer, desejar e fazer, por isso a mensagem que posso deixo é: “Vem comigo!” Acho também que tem que ter clareza que isso é o melhor pra você, você tem uma motivação de ir à luta!

Adorei, Fabiano. Certeza que você é um vencedor.

Em tempo: se você quer seguir o Fabiano nas redes sociais, clica lá:

Instagram: @lacerda_fabiano

Facebook: www.facebook.com/lacerdafabiano7

Pra me seguir: @canseidesergorda_ no Snapchat: chrismartinez4

Quer me contar sua história? Escreve pra mim: chrismartinez@butiquedeletras.com.br

Um beijo, até mais.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês